Ponte Preta e Flamengo se enfrentam buscando recuperação no Brasileirão

Sem vencer há quatro jogos, a Macaca recebe o Flamengo um jogo após a derrota para o Cruzeiro; a partida acontecerá no Moisés Lucarelli às 20h

Ponte Preta e Flamengo se enfrentam buscando recuperação no Brasileirão
Ponte Preta
Flamengo
Ponte Preta: ARANHA (JOÃO CARLOS); NINO PARAÍBA, MARLLON, LUAN PERES E JEFERSON; ELTON, WENDEL E JADSON; DANILO BARCELOS, EMERSON SHEIK E LUCCA; TEC: EDUARDO BAPTISTA.
Flamengo: DIEGO ALVES; PARÁ, RÉVER, RHODOLFO E RENÊ; MÁRCIO ARAÚJO, WILLIAN ARÃO E DIEGO; VINICIUS JR, ÉVERTON RIBEIRO E LUCAS PAQUETÁ; TEC: REINALDO RUEDA.
ÁRBITRO: IGOR JUNIO BENEVENUTO - MG (CBF) ASSISTIDO POR MARCIO EUSTAQUIO SANTIAGO - MG (CBF) E CELSO LUIZ DA SILVA - MG (CBF)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 26ª RODADA DA SÉRIE A DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2017, NO ESTÁDIO MOISÉS LUCARELLI, EM CAMPINAS; A PARTIDA COMEÇA ÀS 20H.

Nesta segunda (2), a Ponte Preta tem mais um compromisso marcado no Moisés Lucarelli: às 20h, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Macaca recebe o Flamengo, que conta com um clima ruim após a derrota para o Cruzeiro na quarta-feira pela Copa do Brasil.

As duas equipes vêm de resultados desfavoráveis e estão em situações não agradáveis. A Macaca não vence há quatro jogos e entrou na zona de rebaixamento na última rodada. Já o Rubro-Negro perdeu a taça da Copa do Brasil para o Cruzeiro, e atravessa momento conturbado com sua torcida.

Flamengo e Ponte (2 a 0) foi o primeiro jogo da Ilha do Urubu. Foto (Gilvan de Souza/Flamengo)

No primeiro turno, o Flamengo venceu a Ponte por 2 a 0 na estreia da sua nova casa, a Ilha do Urubu. Na ocasião, Réver e Leandro Damião marcaram para o Rubro-Negro; outra estreia do dia foi a do meia argentino Darío Conca - hoje pouco lembrado por Rueda.

Buscando sair da zona do rebaixamento, Ponte têm mudanças importantes

Após perder por 1 a 0 da Chapecoense no último domingo (24) a Macaca entrou na zona de rebaixamento e busca a recuperação. Para isso, as voltas de Aranha, Danilo Barcelos e Emerson Sheik são bastante significativas. Durante a semana, Eduardo Baptista treinou no 4-1-4-1, com Lucca no comando do ataque.

+ Lucca encerra jejum de gols, mas lamenta eliminação: "Trocaria o gol pela classificação"

Eduardo Baptista chegou às vésperas do jogo contra a Chapecoense e pouco pôde fazer na derrota. Já para o segundo confronto, o técnico teve menos de uma semana para definir um estilo de jogo e fazer os testes e ajustes necessários.

 Na sexta-feira (29), o lateral e meia Danilo Barcelos comentou sobre a partida e o que esperar do Flamengo após a derrota para o Cruzeiro na Copa do Brasil.

Danilo jogará no meio; a função de lateral ficará a cargo de Jeferson. (Foto: PontePress/FábioLeoni)

“Tem os pontos positivos e negativos (da perda do título). Claro que a equipe deles queria ter ganhado a Copa do Brasil. Pode ser que venham um pouco abatidos, ou que venham mais nervosos. No Campeonato Brasileiro cada dia é uma história, cada jogo mais difícil que o outro e não será diferente contra o Flamengo. É uma grande equipe e estamos preparados e treinando firme para fazer uma grande partida” - disse.

Desfalques: Fernando Bob (suspenso).

Mesmo com desfalques, Flamengo usa força máxima para a partida contra a Ponte

Sem vencer há nove jogos fora de casa e recém vice-campeão da Copa do Brasil, o Rubro-Negro vive tempos difíceis em campo e com sua torcida. Para mudar a situação, o colombiano Reinaldo Rueda decidiu não poupar jogadores e irá com tudo o que pode para resgatar o futebol de sua equipe e a confiança da torcida.

+ Arão sai em apoio a Diego e Muralha após vice-campeonato: "Estamos juntos"

Éverton Ribeiro (esq) e Renê (dir) são prováveis titulares contra Ponte. (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Por conta das convocações para eliminatórias, o Flamengo perderá Cuéllar, Trauco e Guerrero. Já Diego – também convocado por Tite – se apresenta somente após o jogo e fica à disposição de Rueda. Outro que fica é Vinicius Jr, o jovem foi chamado para o Mundial sub-17 na Índia mas não se apresentou à seleção e é mais um reforço para Rueda.

Do time que enfrentou o Cruzeiro na Copa do Brasil são cinco mudanças, as saídas de Alex Muralha, Trauco, Cuéllar, Berrío e Guerrero para as entradas de Diego Alves, Renê, Márcio Araújo, Éverton Ribeiro e Paquetá – mais uma vez escalado no ataque. O meia Éverton, que saiu por cansaço na final, se reapresentou sem queixas e pode ser mais um trunfo para Rueda.

Desfalques: Berrío (suspenso), Cuéllar (convocado pela Colômbia), Trauco e Guerrero (convocados pelo Peru).

Ponte Preta