Gasquet passa tranquilo por Laaksonen e enfrenta Fognini na decisão em Bastad
Foto: Divulgação/Swedish Open

Sem enfrentar nenhum jogador do top 100 até agora no ATP 250 de Bastad, o cabeça de chave número cinco, Richard Gasquet, garantiu sua vaga na decisão. Neste sábado (21), o francês bateu o lucky loser e #148 Henri Laaksonen, por dois sets a zero, para avançar para sua terceira decisão em 2018. Gasquet venceu com autoridade: 6/2 e 6/3, em 1h12.

Laaksonen entrou no torneio como lucky loser após a desistência de Viktor Troicki. Curiosamente, o suíço eliminou na primeira rodada Juan Ignacio Londero, que havia sido seu algoz no qualifying round. O atual número dois suíço, atrás apenas de Roger Federer e a frente de Stan Wawrinka, também eliminou Matteo Berrettini e Simone Bolelli em seu caminho até às semifinais, melhor campanha da carreira do tenista de 26 anos em torneios ATP.

Gasquet teve alguns problemas no saque na primeira parcial, e enfrentou longos games para confirmar. Apesar disso, o francês salvou os dois break points que cedeu no quinto game, e quebrou Laaksonen em duas oportunidades, no segundo e oitavo games, quando fechou a parcial em 6/2, após 38 minutos.

Apesar de menos equilíbrios nos games, que foram mais curtos no segundo set, Laaksonen conseguiu aproveitar um break point no terceiro game para fazer 2/1, mas cedeu o saque logo na sequência. Daí para frente, nenhum game chegou a ter igualdade, e Gasquet aproveitou a única oportunidade de break no oitavo game, fazendo 5/3 e confirmando o saque na sequência para fazer por 6/3, em 34 minutos.

Essa será 31ª final de Gasquet na carreira (retrospecto de 15 vitórias e 15 derrotas) e a terceira em 2018, todas em pisos diferentes. O francês perdeu em Montpellier, quadra dura, para Lucas Pouille, venceu em Hertogenbosch, grama, diante de Chardy e agora, no saibro, vai desafiar o #15 Fabio Fognini na final. O italiano venceu nas semifinais o espanhol Fernando Verdasco.

Fognini e Gasquet se enfrentaram três vezes, duas na quadra dura, ambas com vitórias do francês - Mumbai 2007 e Sydney 2012 -. e a última delas em saibro, na única vitória do italiano, em Monte Carlo 2013.

VAVEL Logo