Maior final da história: Bencic/Federer vencem bi da Hopman Cup contra Kerber/Zverev
Foto: Divulgação/Hopman Cup

Maior final da história: Bencic/Federer vencem bi da Hopman Cup contra Kerber/Zverev

Em decisão emocionante, Suíça prevaleceu em tie-break espetacular e conquistou título em Perth pelo segundo ano consecutivo

bruno-da-silva
Bruno da Silva

A decisão da Hopman Cup 2019 certamente será lembrada por muito tempo. Na manhã deste sábado (5), em Perth, os atuais campeões, Belinda Bencic e Roger Federer, da Suíça, confirmaram o bicampeonato no jogo de duplas mistas, batendo novamente a dupla da Alemanha, Angelique Kerber e Alexander Zverev. O diretor da competição, Paul Kilderry, classificou a decisão como a "melhor da história" de 31 anos de competição - que pode ser a última, por conta da nova ATP Cup que acontecerá no mesmo período do ano que vem.

Apesar do caráter de exibição do torneio, o empenho demonstrado em quadra foi máximo, e a concentração e a vontade de ganhar estava estampada no rosto de todos os tenistas. Após as vitórias de Federer sobre Zverev e Kerber dobre Bencic nos jogos d simples, a decisão foi para as duplas mistas. Os suíços venceram a partida final com parciais de 4/0, 1/4 e 4/3(5-4), em 1h04. Os tenistas mais experientes, Federer e Kerber, carregaram os times nas primeiras parciais.

Os suíços venceram os oito últimos pontos do primeiro set para fechar em 4/0, em apenas 14 minutos, enquanto a atual número dois do mundo mostrou toda sua capacidade, inclusive em ralis contra Federer. A Alemanha venceu os últimos três games do segundo set e fechou em 6/1, em 33 minutos.

A parcial decisiva contou com uma quebra de saque a favor da Suíça, o que deixou os atuais campeões em ótima posição. Porém, sacando para o jogo, Federer viu os rivais abrirem 0-40, com Kerber e Zverev em alto nível, e foi quebrado, forçando um tie-break

game de desempate continuou equilibrado, com a Alemanha abrindo 4-3 e ficando a um ponto do título - no formato Fast4, quem chegar a cinco pontos primeiros vence o tie-break. Pressionado, Federer sacou duas vezes para decidir a partida. Em 4-4, situação em que o próximo ponto significaria a vitória de qualquer um dos times, Kerber e Zverev demonstraram toda a sua capacidade de defesa, mas Bencic acabou fechando o jogo com um voleio na rede: 5-4, em 33 minutos.

VAVEL Logo