Djokovic confirma favoritismo, elimina Medvedev e avança às quartas em Melbourne
Foto: Divulgação/ATP

Djokovic confirma favoritismo, elimina Medvedev e avança às quartas em Melbourne

Longas trocas de bola na linha de base marcaram este confronto de oitavas de final, que terminou com vitória do número um do mundo em quatro sets

ma__lin
Marcela Linhares

Fechando o dia oitavas de final no Australian Open, o #1 Novak Djokovic enfrentou o #19 Daniil Medvedev e garantiu sua vaga entre os oito finalistas. Djokovic bateu o russo por três sets a um, com parciais de 6/4, 6/7(5), 6/2 e 6/3, em 3h19, nesta segunda-feira (21).

O atual líder do ranking busca vencer seu terceiro título seguido de Grand Slam e 15º Major de sua carreira. Com esta vitória em cima de Medvedev, Djokovic garantiu sua décima aparição nas quartas de final do torneio australiano e, assim, empatou com o ex-tenista sueco Stefan Edberg. Não só no Australian Open, mas agora o sérvio agora alcançou a rodada de quartas de final dez vezes ou mais em todos os Majors do torneio. Desde 2010 um tenista russo não chega às quartas de final em Melbourne. O último a conseguir tal feito foi Nikolay Davidenko.

O primeiro set contou com equilíbrio. Djokovic conseguiu a primeira quebra no sexto game e sacou para fechar o set em 5/3, mas o russo conseguiu devolver a quebra. No game seguinte, o sérvio pressionou o russo e, com uma bola vencedora de backhand, ganhou mais um game no saque de seu adversário para fazer 6/4, em 40 minutos.

A segunda parcial foi decidida no tiebreak após cada tenista ter quebrado uma vez seu adversário. Medvedev conseguiu vencer o set apenas na sua quarta oportunidade por 7-5 no game decisivo e empatou o jogo em um set a um.

Mais firme, Djokovic conseguiu quebrar duas vezes o russo para vencer o terceiro set em 6/2 e ficar na frente no placar mais uma vez. Medvedev ameaçou o serviço do sérvio em apenas um game, mas não aproveitou nenhuma das três oportunidades.

Era visível o cansaço de Medvedev após os tenistas terem feito longas trocas de bola na linha de base. No quarto set, novamente Djokovic foi dominante e conseguiu vencer a série por 6/3 após quebrar seu adversário duas vezes e assim liquidou a partida em 3h19.

Novak Djokovic busca vencer o Australian Open pela sétima vez em sua carreira. Caso seja campeão, o sérvio se tornará o maior campeão do torneio. No momento encontra-se empatado com o suíço Roger Federer – que foi eliminado pelo grego Stefanos Tsitsipas.

O número um irá enfrentar na próxima rodada o #9 Kei Nishikori, que, por sua vez, avançou de rodada após vencer Pablo Carreño-Busta em uma batalha dramática de cinco sets que durou 5h11. No retrospecto entre Djokovic e o nipônico, o sérvio venceu 15 partidas em um total de 17 jogos. A última vitória de Nishikori em cima do detentor de 14 Grand Slams foi no US Open em 2014.

VAVEL Logo