Fognini aplica grande virada, derrota Coric e avança às semis em Monte Carlo
Foto: Divulgação/ATP

Fognini aplica grande virada, derrota Coric e avança às semis em Monte Carlo

Italiano venceu após estar um set e uma quebra abaixo, e vai encarar Nadal em busca de vaga na decisão

gustavo-cipriano
Gustavo Cipriano

O #18 Fábio Fognini está nas semifinais do Masters 1000 de Monte Carlo, em Mônaco. O italiano avançou nesta sexta-feira (19) após aplicar bela virada em cima do #13 Borna Coric, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/2, após duas horas exatas de partida.

O triunfo de Fognini foi muito surpreendente. Coric começou com tudo e parecia caminhar para uma vitória tranquila. O primeiro set foi um verdadeiro 'massacre'. O croata jogou com primeiro saque em 76% do pontos, dos quais ganhou 81%. Além disso, venceu 60% das vezes em que o adversário precisou do segundo saque, que foram muitas - 63%.

Com esse cenário, o número 13 do mundo passou por cima, fechou a primeira parcial por 6/1 em rápidos 27 minutos, e logo já abriu quebra de vantagem no início da segunda etapa. Neste momento, Fognini pediu atendimento médico com dores no braço direito. Com o tempo para pensar, o italiano reviu sua estratégia e voltou mais preciso. A intenção era arriscar de maneira consciente, com angulação e profundidade. Deu certo.

Coric perdeu o embalo e começou a errar.  Dois games de saque depois, Fognini deu o troco e o set estava igual. O lado mental do croata 'se foi' e somente facilitou a vida do oponente. O favorito nunca mais sacou tranquilamente, sua porcentagem de primeiro saque caiu para 46 e o adversário aproveitou para quebrar mais uma vez, fazer 6/3 e empatar o jogo.

A partida agora estava nas mãos do italiano, mentalmente, e ele não deixou escapar. Coric continuou a tomar decisões erradas e teve seu serviço quebrado duas vezes. Como resultado, Fognini levou a parcial por 6/2, garantiu a vitória e avançou à semifinal.

O próximo oponente do Rolex Monte-Carlo Masters não poderia ser mais duro: será o #2 Rafael Nadal, que passou nas quartas pelo #35 Guido Pella.

VAVEL Logo