Djokovic vence Tsitsipas com autoridade e se consagra campeão em Madrid
Foto: Divulgação/ATP

Djokovic vence Tsitsipas com autoridade e se consagra campeão em Madrid

Sérvio voltou a apresentar bom nível de tênis e garantiu segundo título em 2019

ma__lin
Marcela Linhares

Sem perder sets durante o torneio, o #1 Novak Djokovic venceu o #9 Stefanos Tsitsipas e se consagrou campeão do Masters 1000 de Madrid pela terceira vez na carreira. Com o resultado deste domingo (12), o líder do ranking empata com Rafael Nadal como os maiores vencedores de torneios deste porte: 33 títulos para cada um. Roger Federer vem logo em seguida com 28.

Com parciais de 6/3 e 6/4, Djokovic conquistou o segundo título na atual temporada. O único troféu que o sérvio havia conquistado foi o Australian Open quando desbancou Rafael Nadal em sets diretos com atuação brilhante.

Para chegar à final, Tsitsipas venceu Adrian Mannarino, Fernando Verdasco, Alexander Zverev e surpreendeu com grande atuação ao desbancar o rei do saibro e maior vitorioso do torneio na semifinal. O espanhol segue sem vencer títulos no ano. Esta foi a segunda vez que o tenista grego chegou a uma final de Masters 1000 – anteriormente, buscou vencer seu primeiro título no Canadá, mas perdeu para Rafa no dia em que completava 19 anos. O cabeça de chave número oito buscava ser o nono tenista a vencer um Masters 1000 pela primeira vez na carreira nos últimos 18 torneios deste porte que aconteceram.

Este jogo ainda marca a vitória de número 200 de Djokovic contra um oponente do top 10. O número um segue invicto em finais no torneio espanhol.  Com excelente campanha, Tsitsipas subirá duas posições no ranking e passará a ocupar a sétima posição na próxima atualização.

“Eu estou muito satisfeito. Eu estava dizendo ontem, depois da minha vitória na semifinal, que a vitória foi muito muito importante para a minha confiança. Eu não estava jogando o meu melhor tênis depois da Austrália, então eu estava buscando recuperar meu ritmo nesta semana. Eu comecei bem. Não perdi nenhum set durante o torneio inteiro, então eu estou muito satisfeito. Eu joguei praticamente meu melhor tênis aqui” comentou o sérvio após ser campeão.

Djokovic não teve seu serviço ameaçado durante a final, mas, em compensação quebrou Tsitsipas apenas uma vez em cada set para vencer cada parcial. O atual campeão do Australian Open disparou 28 bolas vencedoras contra 19 do grego, e foi menos errático durante a partida ao cometer 18 erros não-forçados, três a menos que o rival.

Com esta vitória, o líder do ranking aumenta a diferença entre ele e Nadal para 4.170 pontos. Vale frisar que o espanhol foi campeão no Masters 1000 de Roma e em Roland Garros, ou seja, defende 3.000 pontos, enquanto Nole defende 720 pontos nos dois torneios.

VAVEL Logo