Querido pelos colegas e bem-sucedido em quadra: Baghdatis se despede do tênis aos 34 anos
Foto: Divulgação/ATP

Aos 34 anos, o atual #135 Marcos Baghdatis encerrou suas atividades no tênis profissional após ser eliminado de Wimbledon no último dia 4. O cipriota, que entrou com convite do torneio, caiu na segunda rodada para o italiano #20 Matteo Berrettini em derrota por 3 sets a 0.

O tenista se despede do tênis profissional colocando o Chipre no mapa do esporte. São quatro títulos na carreira e 14 finais, incluindo a decisão do Australian Open de 2006 contra Roger Federer. Aquela partida foi um marco para Baghdatis.

Mesmo perdendo após ter vencido o primeiro set, o cipriota atingiu o que muitos não conseguem e entrou para a história do seu país e do tênis. Naquele mesmo ano, ele chegaria às semifinais de Wimbledon, sendo eliminado por Rafael Nadal, e também conseguiria a posição de número oito no ranking da ATP.

Dono de um sorriso marcante, Baghdatis será sempre conhecido por vibrar em todos os momentos. Ele sabia muito bem como valorizar tanto os seus triunfos como as eliminações. Em um esporte que requer demais do psicológico, o tenista mostrou não precisar estar de cara fechada – como muitos – para exibir concentração e um excelente nível de tênis.

Não havia nada que o jogador não soubesse fazer. Ele dominava todos os golpes; forehand, backhand, lobbys, voleios, smashs... Talvez ele não tenha conseguido resultados ainda mais expressivos pelo azar de estar no circuito ao mesmo tempo que alguns dos maiores nomes de todos os tempos, como Nadal, Djokovic e Federer. O suíço, inclusive, já deu os parabéns ao cipriota recentemente, via Twitter e coletivas, se dizendo um fã dele, por ser o tenista e a pessoa que é.

Baghdatis deixa a carreira com um belo saldo de vitórias (345) em relação às derrotas (271). No total, recebeu mais de seis milhões e meio de dólares em premiações. Para os parâmetros atuais não é muito, mas há que se lembrar que os prêmios no início da sua carreira não estavam no mesmo patamar e também não eram distribuídos do mesmo jeito que hoje.

Sua última ação como tenista profissional fez jus ao tamanho de pessoa que ele é. Após a eliminação em Wimbledon, o tenista distribuiu todas suas raquetes ao público, fazendo questão de cumprimentar um a um os torcedores que o ovacionaram.

VAVEL Logo