Irreconhecível, Djokovic é atropelado por Sonego no ATP de Viena
Lorenzo Sonego venceu Novak Djokovic no ATP de Viena 2020 (ATP/Divulgação)

Nesta sexta-feira (30), o número um do mundo do tênis entrou em quadra nas quartas de final do ATP 500 de Viena. A partida de #1 Novak Djokovic contra #42 Lorenzo Sonego teve exatamente o que todos esperavam: um jogo simples e rápido, sem grandes dificuldades. Mas a favor do pior ranqueado.

Completamente desfocado, Djokovic pareceu, até certo ponto, pouco interessado na partida. Após praticamente garantir a liderança do ranking da ATP até o final de 2020, o sérvio pouco fez em quadra diante do italiano.

Ué, cadê o melhor?

Essa foi a pergunta que todos que estavam assistindo a partida se fizeram. Nos dois primeiros games com serviço de Djokovic, duas quebras - e 3/0 no placar para Sonego. Pior: em games curtos, de cinco pontos.

O primeiro set inteiro, por sinal, teve games curtos. O que teve mais pontuação foi o sétimo, encerrado com sete pontos. Em apenas 32 minutos, o italiano fechou o período em 6/2.

Ponto de vista

Os inúmeros fãs de Novak Djokovic, assim que o segundo set terminou, devem ter pensado que o sérvio mostrou mais competitividade no primeiro período. Os detratores, entretanto, devem ter apontado a parcial para acusar Nole: apenas 6/1.

A metade final do set, é bem verdade, foi muitíssimo disputada. A partir do quarto game (com Sonego já tendo quebrado uma vez o saque de Djokovic e já com 2/1 na parcial), o sérvio passou a fazer o jogo que dele se esperava. No momento já citado, em treze pontos, o italiano confirmou o serviço.

No quinto, nova quebra de saque em um game de Djokovic. O sérvio, de novo, mostrou evolução e tentou quebrar o serviço de Sonego no momento seguinte, mas não foi o bastante. E, para finalizar um jogo para se esquecer de Nole, em sete pontos, o italiano encerrou a peleja em 6/1.

O que vem por aí

Na semifinal do Erste Bank Open, Sonego enfrentará o vencedor do confronto entre #20 Grigor Dimitrov e #33 Daniel Evans.

VAVEL Logo