No torneio das surpresas, Basilashvili bate Fritz e vai à decisão do Masters 1000 de Indian Wells
Foto: Divulgação/BNP Paribas Open

Em um jogo marcado pelo equilibro, o #36 Nikoloz Basilashvili bateu o tenista da casa #39 Taylor Fritzpor 7/6(5) e 6/3 para garantir vaga na surpreendente final do Masters 1000 de Indian Wells, neste sábado (16). A partida durou 1h41.

A partida ficou marcada pelos ótimos serviços de ambos, Fritz conseguiu 11 aces ao longo do confronto. Com uma alta variação entre pontos curtos e ralis, os dois, que vinham de eliminar Tsitsipas e Zverev, protagonizaram um jogo divertido de se ver.

O primeiro set terminou decidido apenas no tiebreak, com nenhuma quebra. A decisão foi apenas nos detalhes. No fim, prevaleceu a paciência e a ótima esquerda de Basilashvili, que soube cuidar do mental e sair com tranquilidade dos momentos de dificuldades.

Fritz não sofreu break points durante todo o set, até teve algumas oportunidades de conseguir uma quebra e sair na frente do placar, mas não aproveitou.

No segundo set, a confiança do georgiano estava nas alturas. Jogando com tranquilidade, conseguiu impor seu jogo rápido, provocando um elevado número de erros do americano, que, por sua vez, perdeu um pouco da força do seu principal atributo: o saque.

Com uma quebra no sexto game, Basilashvili abriu 4/2 e partiu para a vitória com solidez. Fritz ainda teve a última oportunidade de voltar para o jogo no último game, com dois break points não convertidos, e o georgiano, assim como em toda a partida, teve calma e paciência pra sair da situação de desvantagem e confirma o serviço para fechar o jogo.

O que vem por aí

Esta será a terceira final de Basilashvili em 2021 - ele já venceu os ATPs 250 de Doha e Munique. No total, será a oitava decisão da carreira do georgiano. O ex-top 20 chegou a ser preso ano passado por agressão à ex-esposa.

A decisão do BNP Paribas Open será neste domingo (17), e Basilashviliv encara o #21 Cameron Norrie. Essa será a maior final da carreira de ambos. O britânico eliminou nas semifinais o #28 Grigor Dimitrov. Os dois já se enfrentaram uma vez, na primeira rodada do ATP 500 de Roterdã, quando Norrie venceu fácil, com parciais de 6/0 e 6/3.

VAVEL Logo