No milésimo jogo de Buffon, Itália busca vitória contra perigosa Albânia

Nesta sexta-feira (24), a Itália recebe a Albânia, no estádio Renzo Barbera, em Palermo, em duelo válido pela quinta rodada do Grupo G das Eliminatórias Europeias à Copa do Mundo de 2018. O confronto tem início marcado para as 16h45. 

Os anfitriões ocupam a segunda colocação na chave, com dez pontos ganhos, assim como a líder Espanha, que leva vantagem no saldo de gols. Na última rodada, os italianos venceram facilmente a seleção de Liechtenstein, por 4 a 0, fora de casa.  

Já os visitantes estão na quarta posição, com seis pontos. Em seu último compromisso, os albaneses foram derrotados por Israel, em casa, pelo placar de 3 a 0.  

Atenção total italiana para não perder pontos em casa 

Como se sabe, apenas o líder de cada chave garante vaga direta para o próximo Mundial na Rússia e os segundos colocados deverão passar por repescagem. Giampiero Ventura espera que a Itália consiga vencer o seu grupo que conta com a forte Espanha. Para isso, a Azzurra não pode nem pensar em outro resultado que não seja um triunfo diante da Albânia.

Buffon exalta boa safra de jovens goleiros: "Itália não vai ter problemas depois de mim"

O ex-treinador do Torino promete um time ofensivo num 4-2-4, com Verratti e De Rossi no meio, e o quarteto Candreva, Belotti, Immobile e Insigne (da direita para a esquerda) na frente. Na defesa, pouco muda em relação ao que vem sendo escalado, com uma única modificação: Romagnoli no lugar de Bonucci, que vem sofrendo com um vírus que já o fez perder alguns quilos de massa muscular.  

A partida também marcará o milésimo jogo da carreira do goleiro Gianluigi Buffon, desses, 167 pela seleção italiana com um título mundial em 2006.

Treinadora da Itália Sub-16 pede mais mulheres no futebol: "Espero que se torne natural"

Ventura lembrou na entrevista coletiva que a Albânia certamente tentará complicar os planos italianos e que espera uma resposta de seus comandados para tentar impor o estilo de jogo proposto desde o início da partida e ainda revelou uma 'torcida' para Israel.

"Creio que não será uma partida fácil como não será a da Espanha contra Israel. Eles [Israel] só perderam contra a gente e espero que possam dificultar a vida deles [Espanha]. A Albânia vai tentar fazer história contra a nossa equipe e por isso, espero que possamos dar um passo adiante em relação ao que foi feito nas partidas anteriores. Tenho certeza que teremos um público bom e que nos apoiará", salientou o treinador de 69 anos. 

Albânia quer aprontar zebra em campos italianos 

O treinador dos albaneses sabe bem como enfrentar a Itália, afinal, Gianni di Biasi é italiano e poderia inclusive estar no outro lado da partida, mas a federação decidiu apostar em Ventura. A Albânia que há alguns anos atrás não passava de mais uma seleção dentre as várias que jogam as eliminatórias, aos poucos vem se tornando um time que tem conseguido alguns feitos interessantes.  

Para esse jogo, o treinador não contará com um grande desfalque: o goleiro Berisha, que atua na Atalanta, está suspenso. Em seu lugar atuará Hoxha. No mais, Di Biasi deve mandar uma seleção mais leve para explorar os contra-ataques até por conta da possível escalação bem ofensiva da seleção italiana.  

Di Biasi não escondeu a sua emoção em enfrentar a Itália, lembrou que sua equipe tem feito bons jogos contra seleções de grande porte e que espera que isso se repita, apesar da grande diferença técnica.

"Jogar contra a Itália me dá seguramente uma emoção especial. Estou feliz em 'me meter' na luta da Azzurra pela classificação pra Copa. Contra seleções grandes estamos fazendo um bom papel ultimamente e quero que se repita amanhã. A Itália tem muito mais qualidade técnica, mas devemos jogar com o coração para superar o obstáculo", afirmou. 

VAVEL Logo