Por empurrar árbitro no 'El Clásico', Cristiano Ronaldo pega cinco jogos de suspensão
Cristiano Ronaldo não jogará os próximos cinco jogos do Real Madrid

No primeiro jogo que decide a Supercopa da Europa, que terminou com vitória merengue por 3 a 1, Cristiano Ronaldo deixou seu gol e foi expulso dois minutos depois por suposta simulação de pênalti. Insatisfeito, o  jogador empurrou o árbitro Ricardo de Burgos Bongoetxea, que anotou a atitude do craque na súmula. Por isso, CR7 pegou cinco jogos de suspensão, sendo um pelo cartão vermelho e outros quatro pela atitude antidesportiva.

+ Justo? Nos últimos cinco 'El Clásico', Real Madrid terminou com dez jogadores em três

Segundo o artigo 96 do regulamento da FEF (Federação Espanhola de Futebol), o jogador que agir com "violência contra árbitros" pode pegar de quatro a 12 partidas de suspensão.  Além da partida de volta da final da Supercopa, que será disputada no Santiago Bernabéu na próxima quarta-feira (16), Cristiano Ronaldo cumpre suspensão automática nas quatro primeiras rodadas do Campeonato Espanhol.  O gajo ainda terá que pagar cerca de € 3 mil e o Real Madrid pagará € 1,4 mil pela punição. 

A diretoria do clube deve recorrer da decisão ao Comitê de Apelação, esperando ao menos que se retirem o segundo amarelo dado, segundo o clube injustamente, pela simulação de pênalti que não ocorreu. Mas, o empurrão em Ricardo de Burgos atrapalhou qualquer chance merengue de anular o cartão recebido pelo atacante, que dificilmente conseguirá reduzir a pena para 4 jogos. 

Outros casos

Na temporada 2008/09, em um 'El Clásico' disputado no Santiago Bernabéu, Lionel Messi empurrou o árbitro Undiano Mallenco depois que a autoridade marcou uma falta do argentino em disputa de bola com Raúl. Na ocasião, o camisa 10 do Barça não recebeu amarelo, ou vermelho, o árbitro não chegou a relatar na súmula o empurrão e não houve punição de suspensão. 

Em 2014, na mesma partida em que Luka Modric recebeu o cartão amarelo que lhe impediu de jogar a ida no Camp Nou – no último domingo (13),  o técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, foi expulso por protestar contra a arbitragem de maneira explosiva e pegou oito jogos de suspensão. Na ocasião o comitê da Federação Espanhola de Futebol alegou "conduta que contrária a ordem desportiva".

VAVEL Logo