Nuri Sahin supera má fase e volta a se destacar pelo Borussia Dortmund

“E o homem da partida é Nuri Sahin”. Depois de seis anos entre altos e baixos, essas palavras foram novamente ecoadas no Signal Iduna Park, na segunda rodada da Bundesliga, diante do Hertha. Os gritos da torcida foram como música para os ouvidos do meio-campista de 29 anos, que começa a recuperar sua melhor forma técnica.

Com um gol anotado – o primeiro em dois anos e meio – e sua primeira assistência para o artilheiro Aubameyang, os especialistas não demoraram muito para eleger Sahin como o melhor em campo após uma excepcional apresentação no triunfo dos aurinegros por 2 a 0 diante do Hertha Berlin.

Estou muito contente por ele”, afirmou seu companheiro Lukasz Piszczek, logo após completar sua partida de número 250 na Bundesliga com a camisa do Dortmund. “Ele teve um período complicado, mas isso é passado para ele agora e mantenho meus dedos cruzados para que ele permanece bem fisicamente para continuar jogando dessa forma. O treinador está encorajando e dando confiança e você pode ver isso nas atuações dele”, disse o lateral polonês.

Após uma temporada praticamente condicionada por lesões, Sahin não esteve disponível para atuar em alto nível sob o comando de Tuchel na temporada passada, mas o meio-campista mantém a mesma tranquilidade com o novo treinador, Peter Bosz.

Ele é um cara tranquilo – uma pessoa de verdade e sempre correta”, afirmou o novo comandante aurinegro, complementado por Nuri: “Todo jogador quer se sentir desejado. Particularmente não quero ser o melhor ou mais importante – meu desejo é apenas fazer parte da família BVB, parte de um todo e contribuir para nosso sucesso”, disse o volante.

Sahin busca voltar ao mais alto nível de seu futebol depois de um sonho de infância ter fracassado – ao ter se transferido para o Real Madrid após conquistar a Bundesliga com o Dortmund em 2010/2011. O jogador não teve êxito na Espanha, tal como na Inglaterra, defendendo o Liverpool, e retornou ao Borussia em 2013.

VAVEL Logo