Goleiro do Benfica avalia erro contra Man United: "Falhas fazem parte do crescimento"
Foto: Reprodução/UEFA

Aos 18 anos, um mês e 22 dias, o belga Mile Svilar fez história nessa quarta-feira (19) ao ser o goleiro mais jovem a atuar como titular em uma partida da Uefa Champions League. Mas o feito não aconteceu da forma como esperado, visto que ele foi o responsável direto pela derrota do Benfica por 1 a 0, diante do Manchester United.

Na falta cobrada por Marcus Rashford, o goleiro estava mal posicionado e foi surpreendido pelo atacante inglês, que chutou diretamente para o gol. Ele tentou segurar, mas entrou com bola e tudo.

Svilar superou o recorde anterior, pertencente a Iker Casillas, atualmente no Porto. Em 1999, aos 18 anos, três meses e 26 dias. O espanhol debutou pelo torneio continental com a camisa do Real Madrid em empate por 3 a 3 diante do Olympiacos. Com a derrota de hoje, os Encarnados continuam sem pontuar na chave, terminando o 'primeiro turno' em quarto, contabilizando três derrotas nos três jogos que fez. 

A tendência do Benfica em trazer jovens goleiros a serem lapidados

Mile Svilar nasceu na Antuérpia, em 1999. Filho do ex-goleiro iugoslavo Rakto Svilar, reserva da seleção da extinta Iugoslávia na Copa do Mundo de 1982 e que teve passagens destacadas pelo Vojvodina e Antuérpia, clube que defendeu até sua aposentadoria aos 46 anos, Mile iniciou sua carreira no KFCO Wilrijk e depois no KFCO Beerschot Wilrijk, antes de chegar a equipe do Anderlecht em 2014, aos 15 anos de idade.

O jovem goleiro não jogou nenhum minuto pela equipe principal do Anderlecht e em agosto desse ano, foi contratado pelo Benfica. Apesar de possuir o passaporte sérvio, o jogador optou por defender a Bélgica, onde é internacional pela equipe sub-19.

Svilar não é a primeira "aposta" feita pelos Encarnados no que se refere a jovens goleiros. O esloveno Jan Oblak, trazido em 2010 aos 17 anos do Olimpija Ljubljana, se firmou como titular dos encarnados na temporada 2013/14, sendo vendido na temporada seguinte ao Atlético de Madrid, onde se notabilizou como um dos melhores da posição na atualidade. Além de Ederson, hoje no Manchester City.

Foto: Atlético de Madrid/Divulgação
Foto: Atlético de Madrid/Divulgação

Svilar: Poderia ter feito melhor, mas falhas fazem parte do aprendizado

Após o jogo, o jovem goleiro, mesmo desapontado, concedeu entrevista e disse: "Podia ter feito melhor. Nada posso fazer agora. Estou mentalmente preparado para isto, não posso voltar atrás. Faz parte do crescimento."

Já as críticas em relação a escalação do goleiro foram as mais diversas. José Mourinho, treinador do Manchester United disse: "Só grandes goleiros sofrem gols assim. Eu particularmente não gosto de goleiros que ficam plantados embaixo das traves. Prefiro que um goleiro meu sofra um gol desses do que estar em cima da linha os 90 minutos. Svilar é um grande talento."

O ex-jogador do Liverpool e da seleção inglesa, Steven Gerrard, criticou a atitude do treinador Rui Vitória em escalar o belga. "Não faço ideia do que o treinador queria fazer. Colocar o Svilar em campo foi quase como queimá-lo. Ele tem claramente muito talento, mas de modo algum está pronto para jogar na Liga dos Campeões."

VAVEL Logo