Inzaghi detona gramado do Olímpico: "Não permite jogar futebol"

Estádio recebeu partidas de rugby, por isso as más condições do campo; treinador disse não estar preocupado com colocação

Inzaghi detona gramado do Olímpico: "Não permite jogar futebol"
Foto: Marco Rosi/Getty Images

O empate com o Bologna certamente não estava nos planos da Lazio para a sequência da Serie A. O resultado fez com que os biancoceleste caíssem para o quinto lugar, ficando de fora da zona de classificação para a próxima edição da Uefa Champions League, principal objetivo da equipe para a temporada.

Um ponto cobrado fortemente na entrevista foram as condições do gramado para a partida. Há aproximadamente um mês, o Estádio Olímpico recebeu partidas de rugby para uma competição. Depois da disputa, o campo de jogo passou por retoques, mas aparentemente não foram significativos.

Na partida deste domingo (18), o que se via era um gramado com falhas em diversos pontos e que, até certo ponto, acabou interferindo na qualidade da partida, segundo Simone Inzaghi. "O campo está em péssimas condições. Depois do rugby, sempre jogamos aqui e parece que nada foi feito. Hoje, o estádio não permite jogar futebol", criticou.

Na reta final do campeonato, o comum é que os torcedores se desanimem com qualquer resultado adverso, mas isso não inclui o treinador Simone Inzagui. Na entrevista pós-jogo, o treinador demonstrou poucas preocupações com o empate e a colocação.

"Nós merecemos a vitória, jogamos melhor em todos os sentidos. Eles apenas fizeram o gol. Quando você não ganha, tem de ficar atento para o desempenho da equipe em campo. Por isso, não me preocupo", afirmou.

A Lazio vem numa forte sequência de jogos em meio e fim de semana, já que chegou nas semifinais da Copa da Itália e está classificada para as quartas-de-final da Europa League. Com isso, vem o desgaste, algo que preocupa Inzaghi.

"Nós demos tudo que podíamos, isso foi muito cansativo. Desde o dia 21 de janeiro nós jogamos em intervalos de apenas três dias, agora teremos tempo de trabalhar fisicamente, treinar o time e descansar."

O time visitante jogou recuado durante grande parte da partida. O treinador até citou que o gol sofrido foi um ponto fora da curva, mas foi bastante criticado ao tirar o meia-atacante Nani para botar o lateral-esquerdo Jordan Lukaku, numa situação onde o jogo estava empatado.

"Tinha de mudar o sistema e tirar um atacante, o qual foi o Nani. Também botei Bastos no lugar de Wallace, que estava amarelado. Mesmo assim nós criamos chances e não deixamos espaços atrás."

O treinador ainda lamentou as perdas na equipe e a falta que fizeram no jogo: "O Bologna veio para se defender o tempo todo e conseguiu se fechar bem, então achei que precisávamos de mais qualidade no último passe. Infelizmente, tivemos de jogar sem Radu, Lulic e Milinkovic-Savic, três figuras muito importantes na equipe."

Para se recuperar no campeonato local, a Lazio terá de começar pelo próximo jogo, onde enfrentará o Benevento, lanterna da competição, dentro de casa, no próximo sábado, às 10h.