Bayern anuncia sucessor de Heynckes neste mês e descarta Tuchel: "Assinou com outro time"

O Bayern de Munique não conseguiu garantir o hexacampeonato porque o que não dependia apenas de si não aconteceu. O Schalke 04 venceu o Freiburg por 2 a 0 e adiou a garantia do título nacional. Porém, os bávaros estão bastante satisfeitos com a histórica e espetacular atuação neste sábado (31), quando trucidaram o Borussia Dortmund por 6 a 0, pela 28ª rodada da Bundesliga, no último Klassiker disputado na temporada atual. Agora, uma vitória simples aumenta a façanha do Gigante da Baviera.

Se o time chegou com toda essa vantagem ainda no fim do mês de março e começo do mês de abril, grande parte deve a Jupp Heynckes. O treinador de 72 anos de idade saiu da aposentadoria e reorganizou o ambiente do clube para dar tranquilidade e ampliar o domínio em cenário nacional, embora o âmbito europeu ainda esteja na mira com a disputa das quartas de final da Uefa Champions League. Porém, Heynckes sempre deixou claro que não haveria qualquer possibilidade de manutenção no cargo após o fim da temporada porque foi um convite aceito de maneira especial, apenas para este ano. Por isso, sempre foi discutido quem poderia ser o seu sucessor.

Em entrevista ao canal Sky Sports, o CEO da equipe Karl-Heinz Rummenigge explicou um pouco mais sobre as negociações nessa área. Embora não tenha apontado nomes específicos, afirmou que a diretoria do clube trabalha com uma previsão para ter mais tranquilidade no planejamento da temporada seguinte.

“Estou trabalhando com base que nós apresentaremos nosso novo treinador até o final do mês de abril. Mas não há pressa, estamos bastante relaxados. Nós já contratamos treinadores apenas alguns dias antes do início dos treinamentos. Nós queremos um treinador de língua alemã, e é assim que vai ser”, explicou o dirigente.

Um nome bastante especulado foi de Thomas Tuchel. Ex-treinador de Mainz 05 e Borussia Dortmund, Tuchel não trabalhou na atual temporada, mas teve seu trabalho bastante elogiado à frente das equipes por onde comandou no futebol alemão. Porém, Rummenigge deixou claro que Tuchel não será o técnico pelo fato do treinador já ter assinado contrato com outra equipe.

“Nosso diretor-esportivo, Hasan Salihamidzic, conversou com treinadores – este é o seu trabalho -  e entre eles estava Thomas Tuchel. Na última sexta-feira, Thomas Tuchel disse que assinou com outro clube. É preciso aceitar isso, mas não é um problema para nós”, concluiu o CEO.

Enquanto Jupp Heynckes segue com trabalho acima da média atualmente, o Bayern de Munique se prepara para encarar o Sevilla. O jogo será válido pelas quartas de final da Uefa Champions League, a ser disputado na próxima terça-feira (3), às 15h45, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, na Andaluzia.

VAVEL Logo