Após derrota na estreia, Nigéria busca vitória contra a surpreendente Islândia

Após derrota na estreia, Nigéria busca vitória contra a surpreendente Islândia

Calor da cidade de Volgogrado, sede da partida, pode ajudar a seleção africana

matheus-gabriel
Matheus Gabriel
NIGÉRIAFRANCIS UZOHO; BRIAN IDOWU, SHEHU ABDULLAHI, KENNETH OMERUO, WILLIAM TROOST-EKONG; WILFRED NDIDI, OGHENEKARO ETEBO, VICTOR MOSES, ALEX IWOBI, JOHN OBI MIKEL; ODION IGHALO. TÉCNICO: GERNOT ROHR.
ISLÂNDIAHALLDÓRSSON; SÆVERSSON, ÁRNASSON, RAGNAR SIGURÐSSON E MAGNÚSSON; GYLFI SIGURÐSSON, GUNNARSSON, HALLFREÐSSON, JÓHANN GUÐMUNDSSON E BJARNASON; FINNBOGASON. TÉCNICO: HEIMIR HALLGRÍMSSON.

Fechando a segunda rodada do Grupo D da Copa do Mundo, Nigéria e Islândia, em confronto inédito, medem forças nesta sexta feira (22), às 12h, horário de Brasília, na cidade de Volgogrado. Uma nova derrota pode eliminar a seleção nigeriana, caso a Croácia vença a Argentina.

+ Guia VAVEL da Copa do Mundo 2018: Grupo D

Alta temperatura pode favorecer Nigéria

A seleção islandesa está preocupada com o calor que enfrentará na cidade de Volgogrado, local da partida contra a Nigéria. A previsão de temperatura máxima para o dia da partida, sexta (22), é de 37°C, e a mínima, de 22°C. Na Islândia, a temperatura máxima no verão chega a 23°C. Já no inverno, a mínima fica abaixo de zero. O defensor islandês, Hordur Magnússon, falou sobre a dificuldade de enfrentar os africanos.

"Esse jogo séra diferente, os nigerianos não terão tanta posse de bola quanto teve a Argentina, apesar do bom futebol apresentado no primeiro jogo. Vai fazer muito calor e, como eles estão acostumados, não desistirão facilmente. Sabemos que as equipes africanas são resistentes em campo. São fortes adversários. Precisamos tomar cuidado e descobrir como combatê-los", afirmou.

Outro fator que pode atrapalhar as duas seleções é o alto número de mosquitos na região, já que o estádio está situado às margens do Rio Volga. Inglaterra e Tunísia, que se enfrentaram na segunda (18) no mesmo estádio, reclamaram e precisaram usar repelentes.

"Islândia é mais difícil que a Argentina", afirma o atacante nigeriano Victor Moses.

Segundo Moses, a Islândia oferece mais perigo à meta nigeriana. O jogador da equipe africana afirmou, em entrevista coletiva nesta terça feira (19), que a Nigéria espera uma partida dura.
"Claro que não vai ser fácil. Taticamente é uma equipe muito boa. Eles jogaram muito bem no primeiro jogo. Para mim, o jogo com a Islândia vai ser mais difícil do que contra a Argentina", declarou.

Após a derrota por 2 a 0 na estreia, contra a Croácia, os nigerianos precisam de uma vitória para não depender de uma combinação de resultados na última rodada.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias

há 16 horas
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias