Suíça sai atrás contra Sérvia, mas consegue primeira virada da Copa e embola Grupo E

Sérvios abriram o placar nos primeiros minutos, mas Xhaka e Shaqiri comandaram a virada suíça na segunda etapa

Suíça sai atrás contra Sérvia, mas consegue primeira virada da Copa e embola Grupo E
Equipe conquistou sua primeira vitória no grupo E (Foto: Clive Rose/Getty Images)
Sérvia
1 2
Suíça
Sérvia: Stojkovic; Ivanovic, Tosic, Milenkovic e Kolarov; Matic, Milivojevic, Tadic, Kostic e Milinkovic-Savic; Mitrovic. Técnico: Mladen Krstajic.
Suíça: Sommer. Lichtsteiner, Schar, Akanji e Ricardo Rodríguez; Behrami, Xhaka, Shaqiri, Dzemaili e Zuber; Seferovic. Técnico: Vladimir Petkovic.

Em jogo válido pela segunda rodada do Grupo E, da Copa do Mundo, Sérvia e Suíça se enfrentaram em Kaliningrado, nesta sexta-feira (22). Os suíços saíram atrás do placar logo no início com um gol de Mitrovic, mas buscaram a virada na segunda etapa com Xhaka e Shaqiri comandando a vitória da Suíça.

A vitória dá a vice-liderança do Grupo E para a Suíça, que precisa vencer a Costa Rica, já eliminada, para conseguir se manter em condições de avanço às oitavas. Já a Sérvia, precisa vencer o Brasil e torcer por um empate ou derrota da Suíça na última rodada.

Gol prematuro e equilíbrio nos 45 minutos iniciais

A primeira etapa foi marcada por um equilíbrio entre as duas equipes, entretanto, nos primeiros minutos foram os sérvios quem pressionaram e chegaram ao gol. 

Incomodando a marcação suíça desde o primeiro minuto, aos quatro minutos Mitrovic, atacante de referência na área, recebeu bola alçada por Ivanovic. O camisa 9 cabeceou e exigiu defesa providencial do goleiro Sommer. Um minuto depois, o mesmo lance de repetiu pelo o outro lado, quando Tadic cruzou e Mitrovic subiu mais alto que a defesa dos adversários e mandou para o fundo do gol. 1 a 0.

A partir do gol, a Suíça começou a crescer no jogo e impôr seu ritmo. O lateral Ricardo Rodríguez, bastante acionado em suas subidas ao ataque, foi um dos jogadores que levou perigo ao cruzar a bola para Dzemaili, que saiu cara a cara com o goleiro Stojkovic, mas mandou para fora.

Os sérvios se mostravam acomodados com o resultado e não forçavam jogadas para buscar o segundo gol, visavam a posse de bola tentando cercar a área da Suíça para deixá-los sufocados na partida.

Em mais um lance de perigo, os suíços trocaram passes, Xhaka serviu Zuber na entrada da área que encontrou Dzemaili passando dentro da área. Contudo, Stojkovic fez uma grande defesa, e evitando mais uma vez, o gol de empate.

(Foto: Clive Rose/Getty Images)
(Foto: Clive Rose/Getty Images)

Apesar das duas defesas providenciais de Stojkovic, os sérvios se mostraram no controle da partida e se defenderam na maior parte do tempo. Ao final da primeira etapa, Tadic pegou sobra de fora da área e arriscou um petardo para o gol, a bola passou perto, mas foi para fora. 

Golaço e virada no último minuto

Iniciando os 45 minutos finais, os Sérvios pressionaram tentando liquidar o placar no início, assim como aconteceu no primeiro tempo. Contudo, a Suíça contra-atacou rápido em uma jogada errada no campo de ataque da Sérvia e partiu em velocidade. Shaqiri recebeu passe Zuber na ponta direita, tentou o chute e a bola explodiu na zaga, no rebote Xhaka pegou um chute de primeira, na veia, e marcou um golaço. O placar estava empatado.

(Foto: Dan Mullan/Getty Images)

Minutos após o gol, Shaqiri mais uma vez driblou dois jogadores na ponta direita e bateu forte, a bola explodiu no travessão e o camisa 23 por pouco não virou o jogo.

A Sérvia nitidamente acusou o gol e viu os suíços tomarem conta do jogo, ficando com a posse de bola e acelerando as jogadas pelas pontas, em especial, com Shaqiri, pela direita. Além disso, a dificuldade na saída de bola e na marcação do meio de campo, facilitaram a superioridade dos suíços na segunda etapa. 

Por conta do desgaste físico de ambos os lados, o jogo começou a ficar mais equilibrado a partir dos 30 minutos. A Sérvia adiantou suas linhas de marcação e passou a incomodar a Suíça, que passava a depender de bolas enfiadas para Shaqiri e Xhaka, jogadores de velocidade que se apresentavam a partir da metade do campo e davam uma transição rápida do meio-campo/ataque.

A Sérvia foi para o tudo ou nada na nos minutos finas e Mitrovic foi desarmado na entrada da área. Se apresentando para um contra-ataque, Shaqiri, que estava na linha do meio de campo, disparou em velocidade sozinho até o gol, Ivanovic tentou desarmar, mas o baixinho troncudo saiu cara a cara com Stojkovic, que finalizou rasteiro decretando o placar final da partida.

(Foto: Dan Mullan/Getty Images)

Com a virada, os sérvios não conseguiram produzir mais jogadas, já que o confronto estava nos acréscimos, sem tempo para reagir.