Liverpool marca no fim e busca empate no clássico com Man United
Foto: Divulgação/Liverpool FC

O maior clássico da Inglaterra, duelo entre Manchester United e Liverpool terminou empatado em 1 a 1 com gols de Rashford e Lallana. A partida da nona rodada da Premier League e que trazia muita expectativa, foi bem abaixo na hora que rolou a bola. Poucas chances de gol, polêmica com o Var e equilíbrio marcaram o derby neste domingo (20).

Com desfalques de ambos os lados e alterações nas equipes minutos antes da bola rolar, o clássico já não seria com força máxima. Tuanzebe e Salah ficaram de fora no pré-jogo e foram substituídos por Rojo e Origi. Na primeira etapa, o jogo foi bem equilibrado, com o United marcando muito bem o adversário. A primeira boa chance do jogo saiu aos 33 minutos, com Firmino, depois que Mané recebeu bom lançamento de Matip e avançou pela direita, cruzando rasteiro para o brasileiro chutar sem muita força, para defesa do goleiro De Gea.

Dois minutos depois novamente Firmino levou perigo, dessa vez de cabeça, mas estava impedido. Na sequência o United conseguiu fazer o gol. McTominay encontrou Daniel James que disparou pelo lado direito e cruzou para Rashford tocar para o fundo das redes, 1 a 0. O Var entrou em ação, porque no início da jogada houve uma falta de Lidelöf em cima de Origi, que originou o contra-ataque dos diabos vermelhos. O árbitro de campo manteve a decisão e confirmou o gol do Manchester United.

Muita reclamação de Klopp sobre o lance, mas sem efeito nenhum. Aos 44 minutos mais pressão do treinador alemão, gol de Mané invalidado pelo VAR, desta vez corretamente, pois o senegalês tocou com o braço na bola, antes de ganhar a jogada de Lindelöf e marcar.

No segundo tempo, o jogo truncado e equilibrado permaneceu. Muitas divididas e poucas chances de gol. A primeira boa escapada da etapa final foi aos 21 com Rashford, que carregou a bola pelo lado esquerdo e bateu cruzado, para fora, à direita de Alisson.

Muita festa da torcida do United no Teatro dos Sonhos com a vitória parcial de 1 a 0. Se encaminhando para o fim, poucos lances de perigo no jogo até os 37, quando o brasileiro Fred arriscou de fora da área e a bola passou perto da meta de Alisson. O balde de água fria veio aos 40, quando Robertson cruzou, Firmino deixou passar e Lallana apareceu livre na pequena área para empatar o clássico, 1 a 1 e a festa na arquibancada mudou de lado.

Nos acréscimos quase a virada. Mané serviu Chamberlain que arriscou de fora e mandou um chute rasteiro, para fora e para alívio do United, que sofria pressão no final do jogo, mas o Liverpool não conseguiu marcar e o clássico terminou empatado.

O empate derrubou os 100% de aproveitamento do Liverpool, mas manteve a liderança com folga de seis pontos à frente do Manchester City e manteve a invencibilidade. Na quarta-feira (23) os Reds visitam o Genk pela Liga dos Campeões.

O United caiu para a décima colocação, mas a atuação diante do rival e o resultado final foram satisfatórios e animam os torcedores para sequência da Premier League. Os Red Devils jogam na quinta-feira (24) pela Liga Europa, contra o Partizan

VAVEL Logo