Bundesliga evita punição a Boyata após comemoração fora do protocolo
Foto: Reprodução

Futebol é contato, mas devido à pandemia do coronavírus a Liga de Alemã de Futebol (DFL) tomou medidas antes nunca pensadas para poder garantir a volta da Bundesliga no país. Uma delas é recomendação para que os jogadores não se abracem nas comemorações de gols. Mas isso passou despercebido pela cabeça do zagueiro Dedryck Boyata, do Hertha Berlin, na rodada de reinauguração do Campeonato Alemão.

Em um dos três gols do Hertha sobre o Hoffenheim, pela 26ª rodada da Bundesliga, Boyata segurou o seu companheiro de time Marko Grujic e deu um beijo no rosto dele. O gesto gerou repercussão nas redes sociais justamente porque a recomendação inicial era de que os gols fossem comemorados de forma mais tímida.

No entanto, para contornar a situação, a assessoria de imprensa da DFL se posicionou sobre o descumprimento da medida:

"A respeito das comemorações dos gols, isso foi algo simplesmente recomendado nas diretrizes passadas. Punições, portanto, não são necessárias."

Técnico do Hertha Berlin, Bruno Labbadia falou sobre o episódio e pediu que as pessoas compreendessem a emoção de Boyata. O treinador também lembrou que todo seu elenco, incluindo o zagueiro, teve o "negativo" em seis testes para covid-19:

"Eu espero que as pessoas de fora entendam isso. É apenas uma recomendação para ficar distante. Nós testamos negativo seis vezes, sendo ontem a mais recente. Emoções são parte disso tudo. De outra forma, não existe motivo para jogar futebol."

VAVEL Logo