Atacante Zaha revela ataques racistas em rede social antes de confronto com Aston Villa
Foto: Divulgação/Crystal Palace

Nesta manhã de domingo (12), mais um episódio de racismo foi relatado por um jogador de futebol nas redes sociais. A vítima foi o atacante Wilfred Zaha, do Crystal Palace e da seleção da Costa do Marfim. Em suas redes sociais, o jogador divulgou as mensagens de um torcedor do Aston Villa, adversário do Palace nesse domingo (12).

As mensagens vieram do usuário anônimo "Jackdolan_avfc". Além dos araquesracistas, ele ameaça sua integridade física caso marcasse um gol na partida de hoje.

"É melhor você não marcar um gol, você é negro. A não ser que você queira voltar para casa vestido de fantasma".

Este ataque racista é uma clara referência ao movimento neonazista, e fica ainda mais nítido quando uma das fotos enviadas pelo agressor racista é da Klu-Klux-Kan. 

Resposta

Zaha divulgou as mensagens em seu Twitter, onde tem mais 879 mil seguidores. A Polícia de West Midlands, região de Birmingham, sede do Aston Villa, respondeu o post do marfinense afirmando que vai investigar o caso e estimulou-o a fazer a denúncia formal após a partida.

Alguns usuários seguidores de Zaha e desconfortáveis com os ataques proferidos à sua pessoa, passaram a compartilhar outros posts racistas do mesmo agressor. Uma das fotos mais publicadas foi de um antigo jogador do Arsenal e também do Palace, Ian Wright.

Zaha ainda não se manifestou desde seu tweet, horas antes da partida no Villa Park. O Aston Villa venceu a partida por 2 a 0.

VAVEL Logo