Solskjaer
lamenta gol sofrido pelo Man United no fim, mas destaca: "Faz parte do aprendizado”
Foto: Divulgação/Premier League

O Manchester United cedeu um amargo empate ao Southampton nesta segunda-feira (13), com o gol dos Saints que decretou o placar de 2 a 2 sendo marcado aos 52 do segundo tempo. Fechando a 35ª rodada da Premier League, Rashford, Martial, marcaram para os mandantes. Armstrong e Obafemi fizeram para os visitantes no Old Trafford.

A vitória em casa, além de dar continuidade à sequência de quatro vitórias seguidas no Inglês, faria os Red Devils ultrapassarem Chelsea e Leicester, que tropeçaram na rodada, e saltarem da quinta para a terceira colocação da tabela, classificando-se para a Liga dos Campeões. No entanto, depois de conseguirem virar o jogo contra a equipe do Southampton, o time de Manchester caiu de produção na segunda etapa e permitiu o empate nos últimos minutos.

Harry Maguire, capitão do United, lamentou muito o gol adversário no fim da partida e acha que o resultado não foi justo.

"Estamos decepcionados. Tivemos o controle do jogo e inúmeras chances de finalizar o jogo. Não estávamos no nosso melhor, há muitas áreas em que podemos melhorar, mas nós fizemos o suficiente para ganhar o jogo. Eles jogaram sem pressão. Sabíamos que eles iriam pressionar - eles pressionam como loucos e pulam como loucos, e não lidamos com isso nos primeiros 20 minutos. Voltamos ao jogo, mas o segundo tempo foi um pouco difícil, não fomos bons o suficiente na bola, pressionamos a nós mesmos, mas sentimos que fizemos o suficiente para vencer o jogo”.

O técnico Ole Gunnar Solskjaer considera a situação natural no futebol e espera que sua equipe encare como aprendizado.

"Foi o pior momento para sofrer gols, mas isso acontece no futebol. Vencemos muitos jogos dessa maneira. Tudo faz parte do aprendizado deste time. Você acha que tem três pontos na bolsa, mas provavelmente não merecemos três pontos hoje. O Southampton é um bom time, eles correm, correm e perseguem. Nunca entramos em nosso ritmo hoje. Jogamos futebol fantástico às vezes. Os dois gols que marcamos foram muito, muito bons”.

O comandante não colocou a culpa no aspecto físico de seus atletas, mas em uma questão de eficiência.

"Não acho que o cansaço seja o caso. Foi apenas um daqueles dias em que nós não aproveitamos nossas chances, e eles aproveitaram. David de Gea fez uma defesa muito boa, mas, fora isso, tivemos as chances maiores, mas você não ganha três pontos fácil, e o Southampton é muito bom”.

Com o empate inesperado, o Manchester United se manteve na quinta colocação, agora com 59 pontos. Mesma pontuação do Leicester, que ocupa a quarta posição e está se classificando para a Liga dos Campeões, mas os Red Devils ficam atrás no saldo de gols.

Faltando apenas três rodadas para o fim do Campeonato Inglês, o United está ficando com uma das vagas para a Liga Europa, mas vai em busca da classificação para a Champions League. O próximo confronto é nesta quinta-feira (16) às 16h15 contra o Crystal Palace no Selhurst Park.

VAVEL Logo