Ex-técnico do Barcelona, Quique Setién alega que não foi demitido oficialmente e cobra rescisão
Foto: Divulgação / FC Barcelona

As coisas ficam cada vez mais escuras no Barcelona. Após o pedido de saída de Lionel Messi, um novo problema chegou à caixa de correspondências do clube catalão. Desta vez, o reclamante é o ex-treinador Quique Setién, que exigiu valores e rescisão de contrato. Tal informação foi dada em primeira mão pela rádio espanhola Cadena SER.

Ainda segundo a publicação, Setién alegou que ainda não foi demitido oficialmente, mesmo que o Barça já tenha anunciado o holandês Ronald Koeman como seu sucessor no comando da equipe. Outra reclamação que o técnico faz é que a demora do pedido está atrasando sua indenização, além da possibilidade de assinar com um novo clube.

De qualquer forma, o exemplo de time consolidado é harmonioso dentro e fora dos gramados está a cada dia caindo por terra. Quem um dia já foi bom exemplo, hoje é visto com maus olhos por quem quer gerir com tranquilidade um clube de futebol. Resta aguardar os próximos capítulo da novela chamada "Crise no Barcelona".

VAVEL Logo