Messi entra no segundo tempo e resolve para o Barcelona diante do Betis
Foto: Divulgação/Barcelona

O Barcelona venceu o Betis por 5 a 2, neste sábado (7), no Camp Nou, pela nona rodada do Campeonato Espanhol. No primeiro tempo o Barça saiu na frente no placar, com um golaço de Dembélé, podia até ter aumentado a vantagem, mas Griezmann perdeu um pênalti e Sanabria deixou tudo igual. Já na etapa complementar, Lionel Messi foi decisivo, marcou dois gols e Griezmann e Pedri fecharam a conta. Loren Morón diminuiu para os béticos.

Distribuição tática

Koeman escalou o Barcelona no 4-4-2, com Ansu Fati no centro do ataque, aí lado de Griezmann, com Pedri e Dembélé, abertos, completando a frente ofensiva. Messi, com dores no tornozelo, ficou no banco. Sendo assim o Barça foi à campo: Ter Stegen no gol; Alba, Lenglet, Pique e Sergi na defesa; Pedri, de Jong, Sérgio e Dembélé no meio; Fati e Griezmann no ataque.

Por outro lado, o técnico Manuel Pelegrini montou o Betis no esquema 4-5-1 com: Bravo no gol; Moreno, Bartra, Mandi e Emerson na defesa; Rodriguez, Carvalho, Joaquim, Canales e Telo no meio; e Sanabria como centroavante.

Primeiro tempo movimentado

O Barcelona começou novamente com quatro atacantes na frente. Sem Lionel Messi e Coutinho, o time se perdeu demais nas articulações, ainda mais tendo Busquets e De Jong na primeira linha do meio. Tanto que a maioria das chances criadas no primeiro tempo, foram a partir de bolas recuperadas e velocidade.

A equipe contava com Griezmann e Fati na frente e finalizaram com perigo três vezes, com destaque para o goleiro do Betis, Ter Steven que fez uma grande defesaça. O Barça conseguiu abrir o placar, aos 21 minutos. Dembélé recebeu de Griezmann na ponta direita, cortou a marcação de Moreno e soltou um chutaço, de canhota. E que golaço! Quatro minutos depois em uma linda jogada, Ansu Fati recebeu e tocou para Pedri, que ajeitou de calcanhar para Griezmann, que bateu de primeira, rasteiro e com curva, por pouco não amplia para o time da casa.

Aos 30, o árbitro marcou um pênalti para o Barcelona, mas na cobrança Griezmann bateu do lado esquerdo e Bravo acertou o canto, e fez a defesa.

Já nos acréscimos, fazendo jus ao ditado “quem não faz, leva”, o Betis conseguiu deixar tudo igual. Em um contra-ataque caprichado dos béticos. Canales acionou Tello, que cruzou para o meio da área. A bola chegou em Sanabria, que mesmo apertado, conseguiu bater de chapa, sem chances de defesa para Ter Stegen.

Messi entra e resolve

No intervalo, Koeman decidiu fazer uma alteração, sacou Ansu Fati para a entrada de Lionel Messi e não demorou muito para o argentino mostrar o quanto é decisivo. Logo aos três minutos, o corta-luz do argentino foi fundamental para deixar o gol totalmente aberto para Griezmann, que dessa vez não quis saber de desperdiçar a chance é aplicou para o Barcelona.

Apenas 11 minutos depois, chegou a vez de Messi. Bravo acertou o canto, mas o argentino mandou a bola no ângulo esquerdo do goleiro chileno, em uma cobrança de pênalti pra lá de perfeita.

O Betis diminuiu a vantagem com Loren Morón , aos 27. Moreno buscou o fundo, acelerou e fez o passe para o meio, na entrada da pequena área. Morón fechou na marca do pênalti e finalizou para o gol vazio.

Messi ainda teve tempo de encontrar seu segundo gol na partida. Dez minutos depois do gol dos adversários, o argentino tabelou bonito com Sergi Roberto pela esquerda, recebeu uma linda devolução de calcanhar do lateral e carregou livre, até a entrada da pequena área. Ele fuzilou na saída de Bravo, cara a cara com o goleiro. Fechando o placar, Sergi Roberto recebeu na direita e fez o cruzamento rasteiro, milimétrico, encontrando Pedri nas costas da defesa, com muito espaço para finalizar da entrada da pequena área.

Classificação e próximos jogos

Com o resultado a equipe comandada por Ronald Koeman chegou aos 11 pontos e subiu para a oitava posição. Os béticos por sua vez, com 12 pontos, ocupa o sétimo lugar. Agora o Campeonato Espanhol dá uma pausa, porque nas próximas semanas tem a rodada das últimas rodadas da fase de grupos da Liga das Nações. O Barça volta a jogar no dia 21 de novembro, diante do Atlético Nacional. Já o Betis enfrenta o Athletic Bilbão, no dia 23.

VAVEL Logo