Bayern de Munique faz dever de casa e passa fácil pelo Anderlecht

Bávaros encontram pouca dificuldade e um jogador a mais durante boa parte do jogo para estrear bem na Uefa Champions League

Bayern de Munique faz dever de casa e passa fácil pelo Anderlecht
Foto: Alexander Hassenstein|Bongarts|Getty Images
Bayern de Munique
3 0
Anderlecht
Bayern de Munique: Neuer; Kimmich, Süle, Javi Martínez (Boateng, min. 77) e Rafinha; Tolisso, Thiago Alcántara e James Rodríguez (Coman, min. 84); Robben, Lewandowski e Ribéry (Müller, min. 77). Técnico: Carlo Ancelotti.
Anderlecht: Sels; Chipciu, Deschacht, Kums, Spajic e Nájar (Appiah, min. 26); Stanciu (Onyekuru, min. 59), Trebel, Dendoncker e Hanni; Teodorczyk (Harbaoui, min. 83). Técnico: René Weiler.
Placar: 1-0, Lewandowski, min. 11. 2-0, Thiago Alcántara, min. 65. 3-0, Kimmich, min. 90.
ÁRBITRO: Paolo Tagliavento (ITA). Cartões amarelos: Ribéry (BAY, min. 10), Trebel (AND, min. 20), Stanciu (AND, min. 53) e Tolisso (BAY, min. 74). Cartão vermelho: Kums (AND, min. 10).
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da Uefa Champions League, disputada na Allianz Arena, em Munique, Alemanha.

Na primeira partida da fase de grupos da Uefa Champions League 2017-18, o Bayern de Munique levou a melhor sobre o Anderlecht e venceu tranquilamente por 3 a 0. Lewandowski, Thiago Alcántara e Kimmich assinalaram os tentos da vitória da equipe alemã. O jogo foi disputado na tarde desta terça-feira (12), na Allianz Arena, em Munique.

Com o resultado, os bávaros ficam na segunda posição do Grupo B, atrás do Paris Saint-Germain, que tem maior saldo de gols. Por ter a defesa mais vazada da chave na rodada inicial, os belgas ficam na última posição.

A próxima rodada do torneio continental acontece daqui a duas semanas e as agremiações voltam a entrar em campo às 15h45 da quarta-feira (27). O Anderlecht recebe o Celtic no Constant Vanden Stock Stadium, enquanto o Bayern de Munique mede forças contra o Paris Saint-Germain no Parc des Princes.

Pelos respectivos torneios nacionais, os clubes jogam neste fim de semana. O Bayern enfrenta o Mainz 05 na Allianz Arena pela quarta rodada da Bundesliga às 10h30 do próximo sábado (16). Por sua vez, o Anderlecht encara o Kortrijk no Guldensporenstadion às 13 horas do sábado (16), em confronto válido pela sexta rodada do Campeonato Belga.

Foto: Alexander Hassenstein|Bongarts|Getty Images
Foto: Alexander Hassenstein|Bongarts|Getty Images

Lewandowski abre placar no início

Como esperado, o Bayern de Munique fez valer o mando de campo e colocou suas peças no ataque. Com um esquema tático mais cauteloso, o Anderlecht esperou o adversário chegar, mas com a estratégia de não sofrer gols. A tática do time visitante não deu muito certo. Logo aos dez minutos, o zagueiro Kums derrubou Lewandowski dentro da área e a arbitragem assinalou penalidade máxima, além de expulsar diretamente o defensor. Na cobrança, o centroavante polonês cobrou com categoria e abriu o placar na Baviera.

Com o placar aberto, o time mandante passou a controlar o jogo e diminuir a intensidade no campo ofensivo. Com um a menos e extremas dificuldades para chegar ao ataque, o Anderlecht tentava minimizar as investidas alemãs. Até certo ponto conseguia, mas sofria sustos. Em uma das jogadas mais perigosas na primeira etapa, Tolisso recebeu passe de Ribéry na entrada da área, mas errou o alvo.

Na reta final do primeiro tempo, o Bayern tentou ampliar a vantagem com uma estratégia mais vertical. James Rodríguez tocou para Robben. O meia fez sua jogada característica, mas foi bloqueado pela defesa. Os belgas finalizaram pela primeira vez apenas nos minutos finais, quando Stanciu foi acionado por Dendocker e arriscou de fora da área depois de tentar abrir espaço. De longe, para longe.

Foto: Anadolu Agency|Getty Images
Foto: Anadolu Agency|Getty Images

Anderlecht equilibra, mas Bayern define vitória

Diferente do primeiro tempo, a etapa complementar começou bastante equilibrada. Os belgas acreditaram que o empate poderia acontecer a qualquer momento e adotaram uma tática ofensiva, o que era um perigo, pois a desvantagem no placar poderia ser ampliada. Após dois lances de perigo de Tolisso e Lewandowski, os visitantes assustaram. Primeiro com Chipciu, que recebeu de Hanni e acertou a trave. Em seguida, Teodorczyk completou jogada de escanteio com cabeçada que passou muito perto da meta defendida por Manuel Neuer.

Assustado, os bávaros voltaram a controlar as ações do jogo instantaneamente com o poderoso setor de ataque. Ribéry era o responsável por criar jogadas de perigo no lado esquerdo e acionar os companheiros de ataque ou os meias mais avançados. Mas as duas finalizações de Thiago Alcántara e Lewandowski não acertaram o alvo. Em seguida, James Rodríguez cruzou na medida certa para Süle desviar de cabeça e o goleiro Sels fazer boa defesa.

Os belgas tentaram novamente arriscar e buscar um precioso ponto longe de casa, mas a estratégia adotada teve o efeito contrário. Aos 19 minutos, Kimmich cruzou para Thiago Alcántara finalizar bem, no meio do gol, e aumentar a vantagem do Bayern de Munique no jogo. A partir daí, total domínio germânico e inúmeras oportunidades desperdiçadas. O time ainda se fez mais presente no ataque com as mudanças precisas feitas pelo técnico Carlo Ancelotti, que deixaram o time ainda mais perigoso. O resultado foi mais um gol para fechar a conta. Robben fez excelente lançamento em profundidade para Kimmich e o lateral-direito deu um drible de corpo depois de dominar na área para sacramentar a vitória alemã na estreia da Uefa Champions League.