Após temporada perdida por lesão no Crystal Palace, goleiro Mandanda retorna ao Marseille

Depois de passagem apagada pelo futebol inglês, Steve Mandanda assina com o Marseille e retorna ao Velodrome

Após temporada perdida por lesão no Crystal Palace, goleiro Mandanda retorna ao Marseille
Foto: Divulgação/OM

Nesta terça feira, 11, o Olympique de Marseille acertou mais uma contratação na janela de transferências do verão europeu. E nada mais ninguém menos que o goleiro Steve Mandanda assinou contrato de três temporadas com os olympiens. Após uma temporada se aventurando na Premier League, mais especificamente no Crystal Palace, o goleiro retorna à sua casa.

E não é a toa que Mandanda pode chamar o Vélodrome de casa. O goleiro fez praticamente toda sua carreira no Olympique, onde chegou em 2007, quando foi contratado junto ao Le Havre, seu clube formador. O arqueiro então fez 9 temporadas em Marselha e se tornou um "fenômeno", como é chamado pela torcida, disputando 433 partidas, ganhando três títulos da copa da liga francesa e uma Ligue 1, além de uma taça da supercopa da França

Além dos últimos títulos em equipe, Steve também ganhou títulos individuais, sendo eleito em quatro oportunidades o melhor goleiro do campeonato francês. Além da qualidade debaixo das traves, Mandanda sempre foi conhecido pela sua calma e pelo espírito de liderança que o levou a ser titular e capitão da seleção francesa na Copa do Mundo em 2010.

Porém, no último verão europeu, o goleiro decidiu, junto com a então diretoria marselhesa, sair e experimentar a famosa Premier League pelo Crystal Palace. A experiência não foi muito boa para o guarda redes, que conseguiu fazer somente nove jogos como titular. A passagem por Londres também foi prejudicada por uma lesão séria no joelho em Dezembro, mas desde que voltou a estar à disposição não participou de uma partida.

Apesar de história com o clube, o treinador Rudi Garcia disse que ele não voltará a equipe como capitão e explicou a razão: "Ele não será capitão. Nunca escolho um goleiro. Para mim, o goleiro é um capitão, não há necessidade de dar lhe a braçadeira". No entanto, o goleiro de 32 anos terá muita importância para o grupo e para o novo projeto o clube. 

O Olympique já começou seu trabalho de pré temporada. No último domingo, 9, o time comandado por Rudo venceu o amistoso contra o clube tunisiano ES Sahel por 2 a 0.

França