Com gols de Depay e Mariano, Lyon vence Rennes fora e assume liderança provisória no Francês

Bourigeard desconta para os donos da casa em derrota por 2 a 1; time de Bruno Genésio chega à segunda vitória em dois jogos

Com gols de Depay e Mariano, Lyon vence Rennes fora e assume liderança provisória no Francês
Lateral brasileiro Fernando Marçal foi titular na vitória do Lyon (Foto: Getty Images)
Rennes
1 2
Lyon
Rennes: Diallo; Hamari Traoré, Mexer, Gnagnon, Bensebaini; Bourigeaud, Baal (Tell, min.66), Benjamin Andre; Maouassa, Mubele e Ismaila Sarr. Técnico: Christian Gourcuff
Lyon: Lopes; Rafael (Tete, min.61), Marcelo (Diakhaby, min.87), Morel, Fernando Marçal; Tousart, Darder, Fekir; Traoré, Depay (Cornet) e Mariano. Técnico: Bruno Genésio
Placar: 0-1 (Depay, min.57), 0-2 (Mariano, min.74), 1-2 (Bourigeard, min.86)
ÁRBITRO: Árbitro: Millot Benoit (FRA). Cartões amarelos: Fernando Marçal (min.9), Bensebaini (min.14), Tousart (min.68), Darder (min.84)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Francês, realizado no Estádio Roazhon Park.

Na tarde desta sexta-feira (11), Rennes e Lyon se enfrentaram pela segunda rodada do Campeonato Francês. E os lioneses levaram a melhor: os gols de Depay e Mariano contribuíram para a vitória por 2 a 1 sobre os donos da casa. Perto do fim, Bourigeard descontou para os Rouge et Noir.

Com a vitória, o Lyon soma sua segunda vitória em dois jogos no Campeonato Francês, assumindo, temporariamente, a liderança. Já o Rennes estacionou na 12ª colocação e ainda pode ser ultrapassado após os jogos restantes da rodada.

Ambas as equipes voltam a campo no próximo dia 19, as duas jogando em casa. O time de Christian Gourcuff receberá o Dijon às 15h, enquanto os comandados de Bruno Genésio enfrentarão o Bordeaux um pouco mais cedo, ao meio dia.

Três brasileiros entraram em campo pelo Lyon. O lateral Rafael, ex-Manchester United, e o zagueiro Marcelo, ex-Santos, foram a campo como titulares e substituídos na etapa final por Teté e Diakhaby, respectivamente. O lateral esquerdo Fernando Marçal, por sua vez, atuou durante os 90 minutos.

A primeira etapa contou com um certo equilíbrio. Aos nove, o goleiro Diallo fez grande defesa em chute de Depay, e, no rebote, Marcelo quase marcou, mas teve o chute bloqueado por Gnagnon quase em cima da linha. 15 minutos depois, Mexer cobrou falta nos pés de Ismaila Sarr, mas a jovem revelação chutou cruzado para fora. 

No entanto, embora empolgantes, os primeiros 45 minutos não foram suficientes para uma alteração no placar. O Rennes ainda exigiu uma grande defesa de Lopes em um chute de Maouassa, enquanto o Lyon viu Mexer evitar mais um gol que parecia certo em cima da linha, desta vez em finalização de Mariano.

Quando parecia que o segundo tempo permaneceria sem gols, os visitantes contaram com uma ajudinha de Diallo. Com 12 minutos, Depay cobrou falta sem muita força, no contrapé do arqueiro, que acabou não encaixando a defesa e deixou a bola passar por sua meta. 1 a 0 para o Lyon.

Aos 30, brilhou a estrela de Mariano para ampliar o marcador. O dominicano, que já havia marcado dois gols na estreia contra o Strasbourg, recebeu cruzamento perfeito de Fekir e subiu mais do que Gnagnon para cabecear no ângulo esquerdo, sem chance alguma para Diallo.

Perto do fim do jogo, ainda deu tempo do Rennes diminuir. Novamente em cobrança de falta, o francês Bourigeard cobrou por cima da barreira e marcou um belo gol, desta vez sem falha de Lopes.

França