CRB marca dois de pênalti e vence ABC fora de casa na estreia de Dado Cavalcanti
Foto: Andrei Torres/ABC FC

Capitalizando os erros do adversário. Foi assim que o CRB que visitou o ABC no Frasqueirão e conseguiu quebrar a invencibilidade do time potiguar que não perdia em casa desde o ano passado. O resultado de 3 a 1 foi construído com tentos de Zé Carlos, Neto Baiano e Chico para os alagoanos com Echeverría anotando o gol do mais querido.

Dessa maneira, o CRB chegou aos 10 pontos e mesmo não saindo do Z-4, subiu duas posições e está em 17º lugar. Com dois pontos a mais, a equipe do ABC está no meio da tabela, na 12ª colocação. Na próxima rodada o Galo recebe o Paysandu no Rei Pelé na sexta-feira (23) às 19h15, enquanto isso o alvinegro visita no mesmo dia, mas às 20h30, o Boa Esporte, no Municipal de Varginha.

Com menos de um minuto de partida, o CRB assustou com Zé Carlos que roubou a bola de Márcio Passos e arriscou de fora da área obrigando Edson a intervir no lance e evitar o tento. Melhor no jogo, o time visitante, abriu o placar logo aos seis minutos. Após o goleiro Edson derrubar Zé Carlos, o árbitro assinalou pênalti. O próprio centro-avante cobrou deslocando bem o goleiro para colocar o Galo na frente.

O CRB seguiu melhor ainda que sem criar tantas chances ou perigo, porém com o controle e o domínio da partida. Na segunda metade da primeira etapa, a chuva apertou e os dois times passaram a ter dificuldade na articulação de jogadas e para se posicionar em campo. Foram muitos os impedimentos e o placar seguiu o mesmo em 1 a 0 para os alagoanos.

No segundo tempo, com seis minutos de jogo, Echeverría cobrou falta com Léo Fortunato dominando e finalizando, forçando o goleiro Edson Kolln a espalmar pra escanteio. Dois minutos depois, Gegê arriscou de fora da área e o arqueiro visitante trabalhou de novo, dando uma manchete na bola e, mesmo que de maneira desajeitada, fazendo a defesa.

Aos 24 minutos, o time do CRB dobrou a vantagem da mesma maneira que fez o primeiro gol. Neto Baiano foi derrubado por Léo Fortunato dentro da área e o árbitro apontou a marca da cal. Neto Baiano bateu bem e fez 2 a 0 no placar. Dois minutos depois, Danilo Pires perdeu grande chance de fazer o terceiro. Ele invadiu a área, porém, na hora de finalizar, acabou acertando o travessão e a bola saiu.

Aos 29, o jogo voltou a esquentar. Echeverría recebeu de Caio Mancha no meio da defesa alagoana e bateu bem na saída do goleiro para diminuir o placar e recolocar o time potiguar na partida. Porém, nos minutos finais o time visitante matou o jogo. Chico que recebeu de Marcos e a bola bateu na trave, na volta a pelota bateu em Beliato e entrou no gol fechando o placar em 3 a 1.

VAVEL Logo