Técnico Roberto Fernandes pode utilizar  time reserva diante do Belo Jardim, no Pernambucano
(Foto:Divulgação/Náutico)

Com o calendário extremamente apertado da equipe do Náutico, Roberto Fernandes não pode colocar os titulares em todas suas partidas. No treino desta tarde, no Centro de Treinamento do clube, o comandante alvirrubro fez testes para tentar definir a equipe que entrará em campo diante do Belo Jardim, na próxima quarta-feira (07), pela última partida da primeira fase do Campeonato Pernambucano

Após ter feito ótima campanha até o momento, o Náutico precisa de apenas uma vitória simples contra o laterna da competição para encerrar sua participação em primeiro colocado. 

Na partida contra a equipe do interior, o técnico alvirrubro pode promover a estreia do recém contratado Wendel. Destaque no Sport em 2015 e com boa participação na Ponte Preta em 2016. 

Com pouco tempo para definir a equipe, Roberto dividiu a movimentação em duas partes. Na primeira parte, o treinador montou o Náutico da seguinte forma: Bruno; Bryan, Camacho, Rafael Ribeiro e Gabriel Araújo; William Gaúcho, Wendel e Júnior Timbó; Medina, Odilávio e Tharcysio.

No outro lado, os atletas considerados principais treinavam apenas finalizações e cruzamentos. Na segunda parte, Roberto chamou o restante dos jogadores para integrar o coletivo. Com todo mundo disponível, o treinador manteve a dupla de ataque com Ortigoza e Wallace Pernambucano. No lado direito apareceu a outra mudança. Medina deu lugar a Rafael Assis. 

Caso Roberto Fernandes escolha entrar em campo com força máxima, os onze inciais do Náutico deve ser montado da seguinte forma: Bruno; Thiago Ennes, Breno Calixto, Camutanga e Kevyn; Negretti, Josa, Rafael Assis e Robinho; Wallace Pernambucano e Ortigoza.

Se vencer o Belo Jardim, o Náutico finaliza na ponta da tabela. Com isso, tem a vantagem de decidir todas as partidas em casa. Inclusive a partida de volta em uma possível final. 

 

VAVEL Logo