Kieza fala sobre necessidade de se impor como mandante para fazer torcedor 'sair feliz do estádio'
Foto: Divulgação/Botafogo FR

Kieza fala sobre necessidade de se impor como mandante para fazer torcedor 'sair feliz do estádio'

Atacante do Botafogo reclamou da arbitragem e convocou a torcida alvinegra para a partida contra o Atlético-PR, que acontece às 21h desta quarta-feira

adaniasouza
Adânia Souza

O Botafogo se prepara para o último compromisso antes da parada para a Copa do Mundo da Rússia. Visando o jogo contra o Atlético-PR, o técnico Alberto Valentim comandou treino fechado no Estádio Nilton Santos. Após a atividade, Kieza falou sobre os problemas recentes com a arbitragem, o valor da torcida e a importância da partida desta quarta-feira (13).

"Vai ser um jogo difícil. As equipes que estão na parte de baixo da tabela vêm muito fechadas. Contra times fechados, você precisa se movimentar bastante. Precisamos fazer algo diferente e procurar mais jogadas para conseguir chegar ao gol adversário. Temos que criar um pouco mais em casa e arriscar num lance. É muito importante vencer aqui para o nosso torcedor sair feliz do estádio”, afirmou.

O Botafogo é o 12º colocado no Brasileirão, com 14 pontos. Como mandante, vem de um empate sem gols contra o Ceará, uma derrota por 3 a 2 para o São Paulo e um empate em 1 a 1 contra o Vitória. Segundo o camisa 9, a equipe tem deixado a desejar um pouco em casa, mas sofre por ser o time mais prejudicado pela arbitragem.

"Teve um pênalti para o São Paulo que não foi. Contra o Vitória, tive um claríssimo sobre mim. Agora (contra o Bahia) marcaram outro pênalti que não existiu. É complicado jogar assim. Pior que conversamos com os árbitros e eles não admitem os erros. Com esse último, tentávamos falar e ele não deixava, parecia nervoso. Ficamos sabendo que não foi pênalti e fomos falar com ele, que disse que recebeu orientações e que tinha sido pênalti. É complicado ouvir isso. A gente torce para que as coisas melhorem”, protestou o atacante.

Kieza também falou sobre a necessidade de fazer as pazes com a torcida alvinegra. O Botafogo terminou o Brasileirão de 2017 com uma média de 10.194 pagantes por jogo. No campeonato desse ano, o número caiu para 7.390 após cinco jogos, mas a diretoria está comprometida em mudar essa estatística. Os ingressos para a partida contra o Atlético-PR estão sendo vendidos entre R$ 5 a R$ 40. O atacante conta com casa cheia.

“O futebol sem a torcida não é nada. Sei que o torcedor está triste e chateado pelo momento, mas esperamos que possam vir porque precisamos deles”, disse.

O Botafogo recebe o Atlético-PR, às 21h desta quarta-feira (13), no Estádio Nilton Santos, pela 12ª rodada do Brasileirão. Para essa partida, o Alvinegro não vai contar com o atacante Aguirre, expulso no jogo contra o Bahia, e Kieza pode fazer dupla com Brenner. Alberto Valentim volta a ter o zagueiro Yago a sua disposição, já Carli e Jean serão avaliados nessa terça-feira. O setor defensivo da equipe ainda perdeu o goleiro Helton Leite, que assinou com o Boavista por três temporadas. 

VAVEL Logo
CHAT