Buscando virada histórica, Vasco recebe Bahia pelas oitavas de final da Copa do Brasil
(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Buscando virada histórica, Vasco recebe Bahia pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Gigante da Colina precisa reverter vantagem de três gols; Esquadrão de Aço pode perder por até dois tentos de diferença

yannrodrigues
Yann Rodrigues
VascoMartín Silva; Lenon, Breno, Ricardo Graça e Ramon; Leandro Desábato e Andrey; Yago Pikachu, Wagner e Giovanni Augusto; Andrés Ríos (Evander).
BahiaAnderson; Flávio, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore e Elton; Zé Rafael, Régis e Élber; Edigar Junio.
ÁRBITRORafael Traci (PR-CBF).
INCIDENCIASPartida válida pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, disputada no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

A Copa do Mundo chegou ao seu fim e a temporada do futebol brasileiro já recomeça nesta segunda-feira (16). São Januário será o palco do duelo entre Vasco da Gama e Esporte Clube Bahia, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil

A partida de ida, disputada na Fonte Nova, em Salvador, acabou com uma vitória incontestável da equipe baiana por 3 a 0. Agora, o time carioca precisa repetir o placar, ou a diferença de gols, para levar o confronto para disputa de penalidades máximas. Caso vença por quatros gols de vantagem, se classifica. Ao Tricolor, o empate ou até uma derrota por dois gols será suficiente para classificação. 

Virada é a meta do Vasco e se expor é a consequência 

Não é todo dia que se tira uma diferença de três gols. Para que esse objetivo seja alcançado, o Vasco deve contar com algumas novidades na sua equipe titular. Entre elas, está o goleiro Martín Silva

Após disputar a Copa pela Seleção do Uruguai, o capitão do Gigante da Colina está de volta e vai para o jogo, já que Fernando Miguel atuou na competição pelo Vitória e por isso não pode entrar em campo mais. Lenon é a outra novidade. O lateral-direito contratado junto ao Guarani fará sua estreia oficial pelo Alvinegro. 

+ Yago Pikachu cita necessidade de gols do Vasco contra Bahia: “Vamos nos expor”

A grande dúvida fica por conta da presença ou não do centroavante Andrés Ríos. De contrato renovado até o final do ano, o argentino é incógnita para o confronto já que voltou a treinar somente essa semana. Caso o camisa 9 não vá a campo, Evander deve atuar na posição.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco
Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

 Jorginho comentou suas opções com o atacante e com o meia, e ressaltou que apesar de não participar da intertemporada, Ríos se cuidou. Ele elogiou Evander no quesito finalização e disse que o jovem pode atuar na função de atacante. 

“Temos duas possibilidades, e isso é bom. Ríos não participou da intertemporada, mas se preocupou em não ficar parado. Ele está muito bem, fez bons treinos. O Evander mostrou que tem uma finalização muito forte e pode fazer o papel de atacante. Os dois têm chance”

Confirmar vantagem e se reeguer após vice é objetivo do Bahia

Depois do 3 a 0 no jogo de ida, o Bahia chega com uma certa tranquilidade para o segundo jogo no Rio de Janeiro. Podendo perder por dois gols de diferença, o time de Enderson Moreira é o favorito para avançar no confronto, o que não quer dizer que vá confirmar a vantagem. 

+ Lateral-direito Bruno é apresentado no Bahia: ''Mereço estar aqui''

Nino Paraíba é um dos reforços para o Tricolor de Aço. O lateral-direito que não pôde atuar no segundo jogo da final da Copa do Nordeste por suspensão, volta ao time para o duelo. 

O atacante Kayke e o goleiro Douglas seguem fora da equipe. O primeiro segue em fase de transição e ficou apenas na academia neste domingo (15), enquanto o segundo fez trabalho de fisioterapia e um leve exercício físico no gramado. 

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A intensidade do treino comandado por Enderson Moreira foi grande. Ele fez ajustes táticos na equipe e treinou muitas bolas paradas. Faltas laterais, frontais e alguns escanteios, que podem ser arma da equipe. No fim das atividades, o elenco treinou cobranças de pênalti também. 

Para o goleiro Anderson, o Bahia tem que esquecer a vantagem e ir para cima. Ele contou que o elenco conhece o técnico do Vasco e precisa marcar em cima para poder sair com a classificação. 

“A gente tem que jogar para cima, não pode esperar muito a equipe do Vasco. A gente conhece o Jorginho, sabe que a equipe dele busca ter a posse de bola a todo momento para sair jogando e chegar no ataque. É marcar lá em cima, fazer o que o professor vem pedindo e buscar vencer”.

VAVEL Logo

Club de Regatas Vasco da Gama Notícias

há 11 dias
há 15 dias
há 17 dias
há 20 dias
há 20 dias
há 20 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês