Com direito a "lei do ex", Santos e Palmeiras empatam em clássico movimentado no Pacaembu
Clássico entre Santos e Palmeiras foi o primeiro jogo pós Copa (Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)

Protagonistas de grande jogos, cheios de rivalidade nos últimos anos, Palmeiras e Santos fizeram, às 20h da última quinta-feira (19), um jogo sonolento durante quase todos os 90 minutos da partida, com exceção dos últimos 10 minutos.

O placar final foi 1 a 1, Lucas Lima fez valer a lei do ex e abriu o placar para o alviverde. Gustavo Henrique empatou o jogo para o alvinegro praiano e assim ficou o jogo, válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Acompanhe tudo sobre o Campeonato Brasileiro na VAVEL Brasil

Durante a partida foram mostrados 10 cartões amarelos, sendo 5 para cada equipe. O jogo teve cerca de 26.000 presentes, um bom público para o clássico disputado no Pacaembu.

Lei do ex nunca falha; Palmeiras na frente no primeiro tempo

O clássico da saudade começou com David Braz cabeceando pra fora e assustando o goleiro Weverton, que estava no jogo por conta da suspensão de Jailson e da lesão de Fernando Prass. Após isso, o Palmeiras mostrava sua força. Em contra-ataque, o time alviverde lançou Willian na direita, que driblou seu marcador e tocou pra Lucas Lima.

O camisa 20 palmeirense teve o tempo de arrumar o corpo, olhar Vanderlei e bater no canto esquerdo, no pé da trave, para abrir o placar contra seu ex-clube. Na comemoração, Lucas bateu no símbolo do Palmeiras em sua camisa e mostrou seu número pra torcida, o que lhe rendeu um cartão amarelo.

Foto: Flickr/Palmeiras
Foto: Flickr/Palmeiras

Com a vantagem, o Palmeiras passou a apostar nos contra ataques, dando a bola para a equipe santista, que pouco criou. Sasha conseguiu cabecear uma bola para o meio da área, mas Gabriel não conseguiu chegar nela e a viu sair pela linha de fundo. Perto do final do jogo, o Palmeiras arrumou uma boa trama ofensiva.

Hyoran puxou contra ataque, onde  abola sobrou pra Lucas Lima, que tocou para Willian. O atacante palmeirense devolveu para Lucas, que deixou Hyoran cara a cara com Vanderlei. O meia bateu para uma boa tirada de um defensor santista. No rebote, Lucas Lima bateu pra boa defesa de Vanderlei.

Santos volta melhor e consegue empate

O primeiro lance de perigo depois do intervalo ficou por conta do Palmeiras. Hyoran recebeu a bola sozinho dentro da área, mas bateu por cima do gol, perdendo a chance de ampliar o placar. E a saga dos cartões amarelos continuou. Antônio Carlos aos 10 minutos, Hyoran aos 16 e Gustavo Scarpa aos 28 foram os que receberam. O último, por fazer a falta que gerou o gol santista.

Na cobrança, a defesa palmeirense tirou. No rebote Victor Ferraz devolveu para a área, a bola desviou no Felipe Melo, pegou o travessão e voltou limpa para Gustavo Henrique empatar o jogo. O gol consolidava um domínio alvinegro no jogo, tendo a maioria das poucas chances de gol.

Foto: Ivan Storti/Santos FC
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Nos últimos minutos o jogo ficou 'lá e cá', com Santos e Palmeiras abertos, cedendo espaços e oportunidades para seus adversários. A mais clara delas foi de Artur, aos 47 minutos. Em uma bola levantada na área, Deyverson desviou para trás e Artur ficou sozinho com a bola e o gol, na pequena área. O atacante, que estava caindo, acertou a trave e perdeu a chance de levar os 3 pontos para o Palmeiras.

O Santos volta a campo contra a Chapecoense, na Arena Condá, no próximo domingo (22), às 19h. Já o Palmeiras volta aos gramados contra o Atlético Mineiro, às 16h, no Allianz Parque. Ambos os jogos serão pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo