Justiça Suíça revoga efeito suspensivo de Guerrero e peruano não joga mais em 2018
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

A estreia de Paolo Guerrero no Internacional estava prevista para o próximo domingo, diante do Palmeiras, no Beira-Rio, mas o clube gaúcho foi pego de surpresa por uma decisão da Justiça Suíça. O efeito suspensivo que autorizava o atleta a entrar em campo foi revogado. Com esta decisão, Guerrero deverá cumprir mais oito meses de suspensão, ficando fora da atual temporada.

Em outubro de 2017 o peruano foi condenado a ficar afastado dos gramados por um ano, após ser flagrado antidoping. O exame, realizado após a partida entre Peru e Argentina, válida pelas eliminatórias da Copa, apontou a presença de metabólito de cocaína.

No mês de dezembro, a pena foi reduzida para seis meses, o que permitiu que o atacante voltasse a atuar pelo Flamengo em maio deste ano. Porém, no mesmo mês, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) estendeu a pena para 14 meses. Ainda assim, Guerrero conseguiu efeito suspensivo, que possibilitou que ele jogasse a Copa do Mundo, e estava em vigor até o momento.  

A passagem da Seleção Peruana no Mundial se encerrou ainda na fase de grupos, mas o atleta deixou sua marca. Ele marcou o segundo gol na vitória por 2 a 0 sobre a Austrália.

Nas redes sociais, o Internacional informou que ainda não recebeu comunicado oficial, mas que dará todo apoio jurídico necessário. Ainda de acordo com o Clube, o acordo feito com o peruano traz proteção contratual para ambas partes.

 

VAVEL Logo