Com direito a expulsão e gol contra, São Paulo e Fluminense empatam no Morumbi

Com um a menos, o São Paulo arrancou empate e se mantém líder por mais uma rodada

Com direito a expulsão e gol contra, São Paulo e Fluminense empatam no Morumbi
Foto: Lucas Merçon / Flickr Fluminense F.C.
São Paulo
1 1
Fluminense
São Paulo: Sidão; Bruno Peres, Anderson Martins, Bruno Alves e Edimar (Régis); Reinaldo; Hudson, Lizieiro (Luan), Shaylon (Tréllez), Rojas; Diego Souza
Fluminense: Júlio César; Léo, Digão, Ibañez e Ayrton Lucas; Richard, Jadson (Junior Dutra), Dodi e Sornoza (Luciano); Everaldo e Kayke (Matheus Alessandro)
Placar: Anderson Martins (Contra) - 0-1 (08/2ºT) / Tréllez - 1-1 (28/2ºT)

São Paulo e Fluminense protagonizaram um jogo bastante movimentado no Morumbi, em partida válida pela 22ª rodada pelo Campeonato Brasileiro.

Ambos os times estavam bastante desfalcados para a partida. Pelo lado do tricolor paulista, Nenê, Arboleda, Éverton e Jucilei eram ausências, enquanto Gilberto, Pedro e Gum desfalcaram o tricolor carioca.

O São Paulo começou os dez primeiros minutos de partida pressionando a zaga do Fluminense, explorando diversos passes errados dos defensores cariocas. A partir deste momento, o Flu se soltou na partida e Jadson finalizou no travessão de Sidão. Enquanto o Fluminense utilizava Ayrton Lucas em todos os ataques, o São Paulo, sem espaço, explorava com Reinaldo os lançamentos de lateral na área e Hudson de cabeça quase tirou o zero do placar.

O jogo continuava lá e cá, com posse de bola igual, quando aos 33 minutos, Diego Souza acertou uma cotovelada em Léo e acabou recebendo o cartão vermelho direto. O jogador que era conhecido pelo seu temperamento antes de chegar ao tricolor paulista, ainda não tinha levado cartão no campeonato.

Aos 39, Reinaldo cobrou uma falta com perigo, assustando Júlio César. O primeiro tempo terminou com os times errando demais, sem arriscar jogadas mais avançadas.

No intervalo, Marcelo Oliveira colocou o Flu  mais ofensivo, tirando Jadson e colocando Junior Dutra em campo, surtindo efeito no início do segundo tempo. Aos oito minutos, após lançamento para o ataque do Flu, Anderson Martins foi recuar de cabeça, mas Sidão se adiantou, com a bola cabeceada pelo defensor encobrindo o goleiro, marcando o gol do Fluminense no Morumbi.

Vale lembrar que os últimos dois gols do Flu no campeonato foram contra: Semana passada, Henrique, volante do Cruzeiro, marcou o gol para o tricolor carioca.

Necessitando da vitória, Trellez e Régis entraram e o São Paulo tentou mudar sua estratégia, já que não assustava o Fluminense. Foi na bola parada que o São Paulo assustou novamente, quando Reinaldo chutou e Júlio César salvou a bola que entraria no ângulo.

Após a saída de Sornoza para a entrada de Luciano, o tricolor perdeu criação e a zaga começou a lançar ao ataque, fazendo com que o São Paulo ficasse mais com a bola. Aos 28, os suplentes entraram em ação e saiu o gol do São Paulo. Régis deu um balão em Ayrton, mas perdeu na velocidade, o lateral tricolor tentou proteger a bola para sofrer uma falta, mas o lateral do São Paulo roubou limpamente e cruzou para Tréllez empatar.

Aos 41, Richard deu um passe espetacular de calcanhar para Matheus Alessandro, que livre, chutou na trave e no rebote Dodi parou em interceptação de Anderson Martins.

No último minuto, em cobrança de falta, Ibañez desviou a bola que cruzou toda a área e quase fez o gol do Fluminense.

O 1 a 1 foi o placar do jogo, o mesmo resultado também do jogo do Maracanã no primeiro turno.

O São Paulo continua líder, com 46 pontos e na próxima rodada vai encarar o Atlético Mineiro na Arena Independência. Já o Fluminense caiu para a décima primeira colocação, com 27 pontos e enfrentará o Vitória no Maracanã.