Fluminense joga mal e apenas empata em casa com Nacional-URU pela Sul-Americana 
Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Fluminense empatou com o Nacional por 1 a 1, na noite desta quarta-feira (24), no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. 

A próxima partida ocorre na próxima quarta-feira (31), no estádio Monumental de Nunez, no Uruguai. Com o empate, o Flu precisa de uma vitória por um gol de diferença para se classificar para a semifinal da competição continental. 

Foto: Lucas Merçon/FFC
Foto: Lucas Merçon/FFC

O início do primeiro tempo foi muito difícil para a linha de defesa do Fluminense. O time adversário marcava só em seu campo de defesa e Richard tinha dificuldades de iniciar a saída de bola. Por algumas vezes ocorreram erros de passe que fizeram os uruguaios saírem em boas oportunidades para criar jogadas de perigo.

O Nacional era mais efetivo, mas foi o Tricolor que abriu o placar. Aos 18 minutos de jogo, Sornoza cobrou falta na cabeça de Gum, que cabeceou livre para o gol. O assistente marcou impedimento, mas com o auxílio do VAR voltou atrás e marcou o gol do Flu. 

Foto: Lucas Merçon/FFC
Foto: Lucas Merçon/FFC

Ayrton Lucas e Everaldo eram os principais jogadores do e foram muito acionados. Luciano teve uma grande chance de bicicleta, mas novamente o assistente marcou impedimento incorretamente, dessa vez o goleiro defendeu e não houve utilização da tecnologia. 

Foto: Lucas Merçon/FFC
Foto: Lucas Merçon/FFC

O Flu voltou do intervalo, tendo mais posse de bola e criando oportunidades de perigo. Gum foi substituído no meio do segundo tempo após um choque reclamando de dores no joelho. 

E mais uma vez a tecnologia entrou em ação. Sornoza lançou Luciano sozinho dentro da área. O atacante driblou o goleiro e empurrou sozinho para o fundo do gol. Dessa vez, o bandeira não deu impedimento mas o VAR anulou o gol corretamente. 

Aos 43, em jogada de escanteio o castigo. Garcia cobrou dentro da área do Flu e Zunino cabeceou sozinho para o fundo das redes de Júlio César que só olhou. O gol deu números finais à partida. 

VAVEL Logo