Léo Santos é apresentado
no Fluminense e afirma: “Quero mostrar meu potencial”
FOTO DE LUCAS MERÇON/FLUMINENSE FC

O Fluminense apresentou nesta quinta-feira (28) o zagueiro Léo Santos, que pertence ao Corinthians e vem por empréstimo até o final da temporada. O jogador afirmou que chega com muita vontade de mostrar seu trabalho.

Quando surgiu o interesse do clube eu fiquei muito animado, até por causa do desempenho que o Fluminense está tendo com essa comissão técnica, com o Fernando Diniz. Eu não estava sendo muito aproveitado no Corinthians então eu fiquei bem animado, interessado e vi uma oportunidade de poder ajudar, poder mostrar meu potencial aqui. Não que eu não estivesse mostrando lá, mas acho que aqui posso mostrar mais ainda. Vim aqui com muita vontade de mostrar isso e ajudar todo o grupo” disse.

Léo Santos também demonstrou bastante otimismo e traçou objetivos para esta temporada. O principal é a conquista de títulos.

Estou bem animado. Fluminense também é um clube muito grande. Espero poder ajudar o grupo. Temos quatro competições. Se eu tiver oportunidade de jogar, espero ajudar a chegar a final de campeonatos, conquistar títulos. Esse é o objetivo”.

O zagueiro revelou que conversou com o meia Sornoza, que atuava no Fluminense e esse ano se transferiu para o Corinthians. E contou que já conhecia alguns jogadores do elenco Tricolor.

Com quem mais conversei foi com o Sornoza. Ele falou que o clube é muito bom, que o pessoal no dia a dia trata todo mundo muito bem. As pessoas me receberam muito bem, como o pessoal tinha comentado para mim. Alguns atletas que eu já conhecia das seleções de base, Sub-20. O Luciano jogou comigo lá em 2016. Joguei com Caio Henrique, Allan”.

Sobre a saída do Timão, o zagueiro contou que estava sem espaço na equipe e que disputou apenas três jogos, dos quais em dois ele atuou fora de sua posição. E negou qualquer problema com o técnico do Corinthians, Fábio Carille.

O Fluminense conversou com meu empresário, que me passou o interesse. E disse que poderia ser uma boa, que eu poderia ter um pouco mais de chance. Eu fiquei interessado e concordei em vir. Nunca tive problema com o Carille. Foi simplesmente opção dele de colocar outros e me deixar ali. Faz parte do futebol. Ele tem as opções dele e eu respeito”.

Léo Santos lembrou a final da Copa do Brasil, ano passado, contra o Cruzeiro. Após uma falha sua, Robinho marcou o primeiro gol da equipe celeste, que acabou se consagrando campeã da competição. Mas o zagueiro garantiu que não ficou abalado.

Para ser bem sincero, é óbvio que o erro na Copa do Brasil foi bem grave, final de campeonato não pode ter erro. Mas isso não me afetou em nada. Depois trabalhei da mesma maneira que sempre trabalhei, da forma que cheguei ao profissional do Corinthians”.

Quando perguntado se começaria jogando na próxima partida do Fluminense, contra o Resende, o zagueiro afirmou apenas que está relacionado. A decisão é do técnico Fernando Diniz. E falou sobre suas características.

Não tenho muita preferência de lado. Jogo pela esquerda ou pela direita. Onde tiver oportunidade vou procurar aproveitar. Eu me considero um zagueiro que tem qualidade, tenho um pouco de velocidade também, e com muita raça, muita vontade e determinação”.

Revelado pelas categorias de base do Corinthians, Léo Santos tem apenas 20 anos. E um de seus objetivos é fazer parte da Seleção Olímpica.

É um objetivo não só meu, mas de todo jovem que almeja chegar no alto nível. Nós vemos as Olimpíadas pela TV e fica animado e coloca isso como meta na carreira. É uma coisa que tenho como objetivo. Espero desempenhar um papel bom no Fluminense para que eu possa ter oportunidade”.

Sobre o treinador Fernando Diniz, o defendor contou que antes de vir para o Fluminense, conversou com o preparador de goleiros do Corinthians, que trabalhou com o técnico no Audax.

Ele falou que o estilo dele é bastante diferente, que eu ia encontrar uma coisa nova, mas que seria muito bom para mim, até pela maneira que eu costumo jogar, que eu pegaria rápido. Ontem já teve um treino tático em que fiquei um pouquinho perdido, mas a gente pega rápido. Aos poucos já vou me acostumando” finalizou.

Na próxima sexta-feira (01), o Fluminense recebe o Resende, em Moça Bonita, às 16h (de Brasília). A partida é válida pela segunda rodada da Taça Rio.

VAVEL Logo