Fora de casa, Botafogo enfrenta Sol de América e aposta no artilheiro Erik para vencer
Divulgação / Botafogo

Fora de casa, Botafogo enfrenta Sol de América e aposta no artilheiro Erik para vencer

Barroca promoveu duas mudanças para o duelo contra a equipe paraguaia, que enfrenta uma crise interna no futebol

gabrielbraga96
Gabriel Braga

O Botafogo entra em campo nesta quarta-feira (22), às 19h15 (de Brasília), para enfrentar o Sol de América, no Estádio Luis Alfonso Giagni, em partida válida pela Sul-Americana. O Alvinegro eliminou o Defensa y Justicia na primeira fase, após vencer o jogo de ida por 3 a 0 na casa do adversário e no da volta por 1 a 0, no Nilton Santos

A derrota por 1 a 0 para o Goiás, no Serra Dourada, na última rodada do Campeonato Brasileiro, ficou para trás e o clube carioca agora foca novamente em construir o resultado já no primeiro jogo, em Assunção, no Paraguai. Este será o primeiro duelo entre as equipes na história.

Por sua vez, o Sol de América visa fazer valer o fator casa. O adversário do glorioso vive um momento conturbado no futebol, com oito derrotas nos últimos 15 jogos. Além disso, já foram três trocas de técnicos e passa por uma crise interna na direção do clube. 

Esperança no artilheiro

O time fez boas atuações na primeira fase do torneio, ainda sob o comando de Zé Ricardo, com destaque para as atuações de Erik. O atacante é o artilheiro do clube na competição com três gols e é a esperança dos torcedores para buscar a vitória.

Velho conhecido

O treinador Eduardo Barroca vai contar com a ajuda de um integrante do elenco para montar sua estratégia neste embate: Gatito Fernández. Em sua época de Cerro Porteño, o goleiro nunca perdeu para o Sol da América. Das sete oportunidades em que enfrentou o clube, o goleiro convocado para a Copa América venceu cinco e empatou duas.

Sol de América

Nas últimas duas edições da competição, o time foi eliminado justamente na segunda fase, onde enfrenta agora o Botafogo. No torneio Apertura, os Dragones terminaram na oitava posição de 12 equipes, tendo destaque negativo contra os clubes grandes do Paraguai: 4 a 0 para o Olimpia e 7 a 2 para o Cerro Porteño.

Provável escalação paraguaia: Rubén Escobar, Gustavo Velázquez, Milciades Portillo, Federico Acuña e Walter Clar; Federico Jourdan, Richard Franco, Edgar Ferreira e Hernán Fredes; Matías Pardo e César Villagra.

Botafogo

Após o único treino do elenco em Assunção, Eduardo Barroca promoveu duas mudanças na equipe: o lateral-esquerdo Gilson entra na vaga de Jonathan, e o meia Leo Valencia, que não era titular desde o início de fevereiro, vai jogar no lugar de Bochecha.

Sem poder contar com Pimpão, lesionado após sofrer entorse no tornozelo esquerdo, e Marcinho, suspenso por dois jogos após expulsão na primeira fase, Barroca confirmou a equipe com: Gatito, Fernando, Carli, Gabriel e Gilson; Cicero, João Paulo, Alex Santana; Leo Valencia, Erik e Diego Souza.

O Botafogo volta ao Rio logo após o jogo e na sexta já viaja novamente, dessa vez para Brasília, palco da partida contra o Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro. O jogo da volta da Sul-Americana está marcado para o dia 29 de maio, também às 19h15 (horário de Brasília), no Estádio Nilton Santos.

VAVEL Logo