Com sede administrativa pichada, presidente e vice do Cruzeiro sofrem ameaças
Foto: Reprodução

As últimas semanas não estão sendo fáceis para o torcedor do Cruzeiro. Se dentro de campo as coisas não vão bem, fora dele não é diferente.

Há quase um mês, no Fantástico, programa exibido pela Rede Globo, foi veiculada uma matéria apontando diversas irregulares no clube. Erros que podem custar punições severas para a Raposa.

Diante disso, a situação do time, que já não era boa, piorou bastante após a tempestade extracampo. Em meio a investigações sobre a diretoria e acusações, o time não sabe o que é vitória há nove jogos. O último triunfo foi contra o Goiás, no dia 5 de maio. Contudo o melhor desempenho dentro das quatro linhas dura mais tempo: dois meses e 12 dias. Em 4 de abril, a equipe estrela derrotou o Huracán, por 4 a 0, pela quarta rodada da Copa Libertadores.

Do outro lado, a torcida, que não está nada satisfeita, vem fazendo alguns protestos. Na Sede Administrativa do Clube aconteceu uma manifestação e, na última madrugada, o local foi pichado, com dizeres ameaçando o presidente Wagner Pires de Sá e o vice de futebol Itair Machado, pivôs das polêmicas.

Foto: Reprodução   


O técnico Mano Menezes comentou sobre o assunto e ressaltou que, a situação precisa ser resolvida o mais rápido possível. Segundo o diagnóstico dele, isso afetou muito o time.

"A gente do futebol também sabe que algumas coisas influenciam diretamente na parte de campo. O Cruzeiro vem passando por um momento muito difícil como clube, e mesmo com toda experiência, seja dos comandantes, no nosso caso em termos de comissão técnica, seja por parte dos jogadores, que temos aí uma grande quantidade de jogadores com experiência suficiente para tentar separar uma coisa da outra, você sabe que isso não é bem assim na prática”, disse ao podcast do narrador Cleber Machado, do grupo Globo.

VAVEL Logo