Polêmicas marcam empate entre Vasco e Athletico-PR em São Januário
Foto: Miguel Locatelli/Athletico-PR

No duelo entre dois clubes muito próximos na tabela, mas com objetivos totalmente diferentes no campeonato, Vasco e Athletico-PR fizeram um bom jogo, principalmente na segunda etapa e terminaram empatados em 1 a 1 pela 20ª rodada do Brasileirão.

De ressaca após a conquista do título da Copa do Brasil na última quarta-feira (18), o Furacão foi a campo com um time misto. Mesmo com o apoio de 17.427 torcedores presentes no estádio de São Januário, o Gigante da Colina não conseguiu vencer o time paranaense. 

Muito estudo e poucas chances

No início de partida as equipes se estudaram bastante. Com muitas ligações diretas, o time vascaíno teve dificuldades para criar chances, as oportunidades surgiram em bolas levantadas. Aos 13 minutos, Oswaldo Henríquez, livre na pequena área, perdeu uma ótima oportunidade após cobrança de escanteio. Os jogadores do Vasco reclamaram muito de um pênalti em Leandro Castán nesse lance, Anderson Daronco nada marcou.

Ribamar levou perigo em outra cabeçada aos 26 minutos. Aos 29 minutos, após nova ligação direta, Rossi conseguiu sair cara a cara com o goleiro Santos, que fechou bem o ângulo e conseguiu levar a melhor.

O Athletico tentava ter a posse de bola e chegava com velocidade pelas pontas. Rony e Léo Cittadini deram trabalho para os laterais vascaínos. O Furacão finalizou mais vezes, mas não levou muito perigo à meta defendida por Fernando Miguel.

Jogo melhora e chances aparecem

Na segunda etapa, o Athletico-PR saiu na frente. Aos 3', o lateral-direito Madson fez prevalecer a lei do ex, e após falta cobrada por Abner Vinicius, abriu o placar de cabeça, 1 a 0 para o Furacão. Aproveitando os espaços deixados pelo Vasco, Braian Romero conseguiu um bom chute após contra ataque, boa defesa de Fernando Miguel. Em seguida, Léo Cittadini entrou tabelando na área e levou perigo em chute cruzado.

Foto: Divulgação/Athletico-PR
Foto: Miguel Locatelli/Athletico-PR

Aos 21 minutos, após cobrança de falta de Danilo Barcelos, a bola bateu no braço de Rony. Anderson Daronco, com o auxílio do VAR, assinalou a penalidade para o Vasco. O próprio Danilo bateu o pênalti e empatou a partida, 1 a 1. Talles Magno levou perigo em chute perigoso de fora da área, Santos jogou para escanteio.

O Gigante da Colina cresceu no jogo e conseguiu criar algumas oportunidades em bolas levantadas na área. Aos 40 minutos, o Vasco até conseguiu fazer o gol da virada com Raul, entretanto foi marcada falta de Oswaldo Henríquez em Santos, anulando o gol. No último lance da partida Clayton, sozinho, cabeceou para fora.

Panorama no Campeonato

Com o resultado o Athletico-PR chegou aos 27 pontos e assumiu provisoriamente a nona posição no Brasileirão, mesmo com vaga garantida na próxima edição da Libertadores, a equipe tentará terminar no G-6. Já o Cruzmaltino alcançou os 24 pontos e se manteve em 12º lugar. Ampliou, provisoriamente, para seis pontos a diferença para o Z4.

Na próxima rodada, o Athletico-PR encara o Fortaleza, em casa, na quinta-feira (26), às 21h30. Já o Vasco volta a campo contra o Corinthians, fora de casa, no domingo (29), às 11h.

VAVEL Logo