Após derrota no clássico, Marcão destaca força mental necessária para se livrar do Z-4
Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.

A rodada 27 não foi boa para o Fluminense. Além da derrota por 2 a 0 para o Flamengo, a equipe viu concorrentes diretos, Fortaleza e Cruzeiro, vencerem suas partidas. E a situação pode piorar, já que Ceará, Botafogo e CSA entrarão em campo nesta segunda-feira (21). O Tricolor das Laranjeiras vê o Z-4 com proximidade, apenas três pontos de distância.

Para o técnico Marcão, o Flu não conseguiu reproduzir o que foi treinado "A gente não conseguiu encaixar o nosso jogo apoiado para tentar furar as linhas altas do Flamengo. Montamos uma estratégia que em alguns momentos funcionou, mas foi aquém do que a gente imaginava."

Quando questionado se a dupla Nenê Ganso podem jogar juntos, o treinador não titubeou: "Nenê e Ganso são grandes jogadores e vão nos ajudar, mas em algum momento vão sair. Ninguém gosta, mas temos que pensar na equipe. É uma coisa normal. Temos que pensar sempre na equipe, no melhor para a equipe."

De olho na sequência contra times que brigam na parte inferior da tabela, Chapecoense, Ceará e Vasco, Marcão destacou que a equipe precisa estar mentalmente preparada: "Temos que pegar as coisas positivas e o que não funcionou. Precisamos estar fortes para brigar contra as equipes que também estão nessa parte da tabela. Temos que elevar o mental da nossa equipe, porque serão jogos difíceis."

Após a segunda derrota consecutiva no Brasileirão, a equipe do Fluminense volta a campo no próximo sábado (26) diante da Chapecoense em confronto direto contra o Z-4. A partida será no estádio do Maracanã às 19h30.

VAVEL Logo