Corinthians e Santos param nos goleiros e ficam empatados em Itaquera
Foto: Divulgação / Twitter Santos

Corinthians e Santos fizeram mais uma edição do clássico mais antigo de São Paulo neste sábado, às 17h, na Arena Corinthians. Válida pela 28ª rodada do Brasileirão, a partida marcou também um duelo entre treinadores e duas escolas distintas de futebol.

De um lado, a equipe de Fábio Carille, sempre bem postada defensivamente e bem organizada, e do outro o time de Sampaoli, que toca mais a bola e é muito mais ofensivo. Apesar de estratégias tão diferente, ninguém conseguiu balançar as redes e o clássico terminou em 0 a 0. 

O empate não foi bom para nenhum dos clubes. O Corinthians chega aos 45 pontos mas segue em quinto lugar, atrás do São Paulo e o Santos segue na terceira colocação, com 52 pontos, atrás do Palmeiras

Equipes erram bastante e criam pouco 

Cada uma em seu estilo, as duas equipes começaram a partida apresentando dificuldades. Sem sucesso, o Santos tentava tocar mais a bola e o Corinthians aproveitar a força física de sua dupla ofensiva. Com muitos erros e uma forte marcação dos dois lados, as estratégias demoraram a surtir efeito.  

As coisas começaram a mudar depois dos 20 minutos. Os alvinegros conseguiram duas boas investidas ofensivas, mas sem conseguir levar muito perigo ao gol de Everson. Na sequência, Solteldo fez boa jogada individual pela esquerda, cortou para o meio e bateu muito bem de fora da área, mandando a bola na trave de Cássio. 

Depois do lance, as duas equipes conseguiram criar mais uma chance cada. O Corinthians com Jr. Urso, de cabeça, e o Santos novamente com Soteldo, após contra-ataque. Mas nenhum dos dois finalizou bem.  

No final do primeiro tempo, os donos da casa tentaram pressionar e conseguiram levar perigo com Boselli, que cabeceou bem após bom cruzamento de Vagner Love, mas Everson conseguiu defender e ficar com a bola.

Goleiros garantem o empate 

As equipes voltaram do vestiário com a mesma postura, tentando atacar, mas errando passes e pecando na hora de finalizar. Então, Sampaoli colocou Marinho na partida, para dar mais agressividade ao Santos. A estratégia funcionou.  

Após duas jogadas ofensivas do camisa 11, ele pegou a bola na meia direita e bateu muito forte de fora da área, obrigando Cássio a fazer uma linda defesa e salvar o Corinthians. Logo na sequência, o atacante recebeu em velocidade, invadiu a área e bateu de direita, mas dessa vez por cima do gol. 

Depois do susto, a comissão técnica mudou o posicionamento do Corinthians, colocando Vagner Love mais a frente, ao lado de Boselli no ataque. Com a alteração, o camisa 9 ficou mais perto da área e logo levou perigo à equipe visitante, finalizando com perigo de fora da área. 

O jogo ficou mais aberto depois das mudanças, com as equipes atacando, mas pecando na hora de finalizar. No final da partida, o Corinthians novamente pressionou e teve duas boas oportunidades de abrir o placar.  

Primeiro, Sornoza bateu falta na entrada da área e obrigou o goleiro Everson a fazer uma belíssima defesa. Depois, Vagner Love aproveitou bola desviada por Gustavo, ganhou do zagueiro e bateu de direita. De novo, o goleiro santista conseguiu fazer a defesa e garantiu o empate por 0x0. 

VAVEL Logo