Jorge Jesus exalta nível da Libertadores e destaca: ''Tem que ser valorizada''
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

eA torcida do Flamengo está em festa. Neste sábado (23), a equipe carioca venceu o River Plate de virada por 2 a 1, no Estádio Monumental, em Lima, no Peru e conquistou o segundo título da Libertadores de sua história.

Durante a primeira etapa, os argentinos abriram o placar, conseguiram criar oportunidades e se defenderam bem. Na coletiva de imprensa após o título, o técnico flamenguista fez um resumo dos 45 minutos iniciais: ''Primeiro tempo o River, com méritos, nos tirou do jogo. Não deixou que jogássemos com a bola, tecnicamente e taticamente. Fruto da agressividade deles. Nos 15 minutos finais do primeiro tempo já foi um pouco diferente.”

Atrás no placar e com poucas oportunidades criadas, Jorge Jesus comentou sobre o que foi feito durante o intervalo da partida para que o Flamengo pudesse virar o jogo: "Mudamos a nossa forma de jogar. Não tanto taticamente, mas esta é uma equipe que tem jogadores experientes. No intervalo, tivemos uma conversa de muita responsabilidade. Tudo isso modificou a nossa forma de jogar."

O português elogiou o nível das duas equipes: “Essa final foi vista por milhões. Teve um nível de Champions. Teve muito mais conteúdo técnico, tático e colorido na arquibancada do que Liverpool e Tottenham, em Madrid. Argentinos e brasileiros fabricam os melhores jogadores. A Libertadores têm que ser valorizada.”

Jorge Jesus se tornou o segundo treinador europeu a conquistar a Libertadores. O primeiro foi o croata Mirko Jozić, que ganhou pelo Colo-Colo, em 1991. O Flamengo se tornou bicampeão da competição e se igualou ao Atlético NacionalCruzeiro e Internacional.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo