Exclusivo: lateral do Boavista, Jean conta sobre sua rotina e revela sonhos ousados da carreira
Foto: Reprodução/Boavista S.C.

Finalista da Taça Guanabara deste ano, o Boavista tem utilizado a tecnologia para auxiliar nos treinamentos caseiros  para a manutenção da forma física de seus atletas. Em entrevista exclusiva à VAVEL Brasil, o lateral-esquerdo Jean, de 25 anos, relata como tem se preparado em meio à quarentena, fala sobre a identificação no clube e expectativas para o futuro.

Nesta última década, o Boavista se tornou o clube emergente que mais figura nas melhores colocações do Cariocão. Vice-campeão da Taça Guanabara em 2011, 2017 e 2020, o Verdão que já tem um título na elite, a Taça Rio de 2014, se consagra como vitrine para grandes jogadores anualmente. Há quatro anos no clube, e titular absoluto na lateral esquerda, Jean revela como tem feito para manter a boa fase do clube durante o período de isolamento social.

"A gente sabe dessa atual situação, o quão difícil está sendo. Mas nós do elenco e a comissão técnica estamos nos adaptando. Consigo treinar em casa, corro ao ar livre, mas longe de qualquer pessoa, para evitar aglomeração. É certo que sentimos falta do clube, mas temos todo suporte do Boavista para fazer nosso melhor", revela.

"O clube mandou alguns exercícios para fazermos, vídeos explicativos e suporte para todas atividades. Seguindo esse protocolo, conseguiremos voltar bem e seguir fortes. Todo mundo quer a volta do futebol o mais rápido possível, mas até lá temos que nos prepararmos como der", afirma o jogador.

Natural de Ouro Branco, Minas Gerais, Jean surgiu como promissor jogador do Botafogo nas categorias de base em 2012, vindo do Guarany-MG. Estreando profissionalmente no Alvinegro em 2015, o lateral ainda muito jovem foi emprestado ao Botafogo-PB, Oeste e Boavista, onde em 2017 teve seu vínculo encerrado com o time revelador. Desde então com seu passe pertencente ao Verdão de Saquarema, Jean é um dos atletas de maior longevidade no clube, apesar de seu empréstimo em 2018 ao Audax Rio.

Já identificado com o clube e sua torcida, Jean fala com carinho do Boavista:

"Minha identificação é grande, cheguei em maio de 2017, todos me receberam muito bem, fui acolhido da melhor forma. Eu levo o clube no meu coração, já marcou minha carreira. É um clube muito família, tem as melhores qualidades para você trabalhar".

Autor do gol do Boavista na final contra o Flamengo, em uma cobrança de falta, Jean revela o sonho de voltar para um grande clube futuramente, e traça metas: 

"Joguei pouco tempo no Botafogo, acredito que a falta de espaço por lá me atrapalhou, mas penso em um dia voltar para um outro grande clube. Quero ganhar títulos, mas creio que tenho vários degraus para subir ainda, meu objetivo hoje é ajudar o Boavista, mas meu sonho é jogar a Champions League e servir à Seleção. Com foco e muito trabalho, as coisas irão acontecer se Deus quiser", destaca o lateral.

O Boavista liderou o grupo A na Taça Guanabara, com 4 vitórias em 6 partidas, somando 13 pontos. Classificado junto ao Flamengo, decidiu a final contra o próprio Rubro-Negro, tornando-se vice-campeão do primeiro turno após perder por 2 a 1. Em grande campanha também na Taça Rio, o Verdão soma seis pontos em três jogos, estando na segunda posição. A equipe de Saquarema tem o segundo maior artilheiro desta edição, Caio Dantas com sete gols marcados.

VAVEL Logo