Marinho brilha e Santos bate o Delfín pela Libertadores
Foto: DivulgaçÕ/Santos FC

O Santos é o líder do grupo G da Copa Libertadores 2020. O Peixe bateu o Delfín, do Equador, por 2 a 1 na madrugada desta sexta-feira (25) com gols de Marinho e Jean Motta e agora nada de braçadas na liderança isolada do grupo, com dez pontos.

O clube paulista foi melhor durante todo o jogo e soube administrar a vantagem numérica e no placar. Ainda no primeiro tempo, o zagueiro Carlos Rodríguez, foi expulso após receber cartões amarelos, por faltas em Soteldo e Kaio Jorge. Ainda antes da expulsão, que foi aos 40' da primeira etapa, o Santos já havia aberto o placar com Marinho. O atacante subiu para cabecear para o gol, aos 17, após bom cruzamento de Soteldo.

A segunda etapa foi mais estudada e quase complicou. Aos 29, Rojas apareceu livre, após falha de marcação do Santos, e deixou tudo igual. Mas a reação equatoriana não durou muito, pois as estrelas de Cuca e Marinho voltaram a brilhar. Cuca realizou alterações que deixou o time mais ofensivo. Colocou Jean Motta, que no primeiro toque na bola — após jogada iniciada por Marinho — não titubeou e colocou o Peixe novamente na frente, aos 36. O Santos venceu por 2 a 1 e eliminou o Delfín, em um jogo em que poderia fazer mais.

Na Libertadores, o saldo de gols muitas das vezes faz diferença, e o time da Vila Belmiro não soube se valer da vantagem para ampliar. Não faz mal, três pontos pra conta. Liderança do grupo G, com 10 pontos e restando um para classificar. No duelo entre o Peixe e o Golfinho, o melhor jogador em campo também tem relação com o mar: Marinho.

Próximos compromissos

O Santos volta a campo pelo Brasileirão já no domingo (27) diante do Fortaleza, às 20h30, em casa. Na quinta-feira (1º), o Peixe visita o Olimpia, às 19h, pela Libertadores. No mesmo dia, às 23h, o Delfín recebe o Defensa y Justicia.

VAVEL Logo