Mulher atropelada por lateral Marcinho, ex-Botafogo, morre no hospital
Imagem: Divulgação

O acidente provocado pelo lateral-direito Marcinho, ex-jogador do Botafogo, no último dia 30, vitimou a segunda pessoa nesta terça-feira (5). Maria Cristina José Soares, de 66 anos, estava internada e não resistiu.

De acordo com informações do 'GE', Maria foi transferida para o Hospital Vitória, onde estava se recuperando de uma cirurgia nas duas pernas realizada no último domingo (3) e estava no CTI. A situação se complicou, ela precisou ser intubada e não resistiu. Ao chegar ao hospital, ela ainda foi diagnosticada com a Covid-19.

Seu marido, Alexandre Silva de Lima morreu no local do acidente, ainda no dia 30, no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.

Na última segunda-feira (4), Marcinho e Sérgio Lemos de Oliveira, pai e empresário do jogador, prestaram depoimento sobre o caso. Testemunhas também foram ouvidas e os depoimentos se contradizem.

Relembre o caso

O lateral-direito, ex-Botafogo, atropelou um casal de professores no último dia 30 de dezembro e fugiu sem prestar socorro. Uma das vítimas morreu no local. Segundo relatos das testemunhas, o veículo estava a em alta velocidade e ainda teria passado por cima do corpo da vítima fatal, arrastando-a por alguns metros.

Marcinho tinha contrato com o Botafogo até o dia 31 de dezembro de 2020 e, desde então, está sem clube.

VAVEL Logo