Cuiabá tenta garantir vaga inédita na Série A contra Sampaio Corrêa
Arena Pantanal, estádio sede de Cuiabá x Sampaio Corrêa (Cuiabá EC / Divulgação)

Clima de final na 37ª rodada da Série B 2020. Caso empate com o Sampaio Corrêa nesta sexta-feira (22), o Cuiabá garantirá o acesso à primeira divisão nacional pela primeira vez na história do Dourado. Por outro lado, a Bolívia Querida precisa vencer para manter vivas as chances de voltar à elite brasileira - algo que não acontece desde 1986.

A peleja será disputada na Arena Pantanal, a partir das 21h30. O Cuiabá pode entrar em campo já com acesso garantido caso Juventude ou CSA não vençam.

Por outro lado, caso Juventude ou CSA vençam, o Sampaio Corrêa não terá mais chances de acesso.

A um ponto do sonho

O futebol do Mato Grosso está fora do Brasileirão desde 1986. Caso o Cuiabá empate a peleja de hoje, volta a recolocar o esporte mato-grossense na divisão de elite do futebol do país.

Mais do que isso: o próprio Cuiabá, fundado em 2001, conseguiria o acesso pela primeira vez na história da instituição. 

Terceiro colocado na Série B 2020, com 61 pontos, o Dourado tem seis de vantagem para o Juventude - quinto colocado, primeira equipe que não consegue o acesso.

Everton Sena, Lucas Hernandez e Luiz Gustavo, lesionados, não jogam. Voltando de suspensão, Elton volta a ficar à disposição do técnico Allan Aal.

Autor de um golaço na partida anterior, contra o Paraná Clube, Yago falou sobre o tento e, também, sobre o provável acesso do Dourado. "Poder entrar e ajudar o time foi muito especial para mim. Afinal, era fundamental para seguirmos bem na briga pelo acesso. O técnico e meus companheiros me apoiam muito todos os dias. O jogo de hoje vale a Série A do Brasileiro. Então estamos preparados e confiantes. Claro, sempre respeitando o Sampaio Corrêa que é um grande adversário, mas vamos em busca do resultado", destacou o atacante.

Provável escalação: João Carlos; Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição e Romário; Auremir, Rafael Gava e Elvis; Felipe Marques, Marcinho e Elton

Difícil, mas ainda na luta

Se o acesso do Cuiabá está praticamente garantido, o Sampaio Corrêa ainda sonha com o Brasileirão 2021, mas de maneira bem mais longínqua. Para manter o sonho vivo, a Bolívia Querida precisará, obrigatoriamente, vencer o jogo de logo mais. Com 51 pontos, a equipe começa a rodada na sétima colocação - cinco ponto atrás do CSA, quarto colocado e equipe que, por consequência, fecha o G-4. 

Vindo de duas vitórias consecutivas após uma péssima sequência de oito rodadas sem vencer (sendo sete derrotas no período), que praticamente sepultaram as chances de subir de divisão, os maranhenses também terão vários desfalques. Eloir, Paulo Sérgio, João Victor, Pimentinha e Marlon estão machucados, além de Gustavo, que busca solucionar problemas de ordem pessoal. Ferreira, em transição física, não está confirmado.

Léo Condé, técnico da equipe, não escondeu as dificuldades para buscar o acesso, mas tratou de animar o grupo de jogadores.

"Vamos trabalhar pensando em tentar vencer as duas partidas que nos restam, e aí, então, fazer contas. Conseguimos uma vitória importante na rodada passada, que nos deixou com uma ponta de esperança, e, embora ainda seja muito difícil, não é impossível. No futebol tudo pode acontecer", comentou.

Provável escalação: Mota; Luís Gustavo, Joécio, Daniel Felipe e Joazi; André Luís, Léo Costa, Vinícius Kiss e Marcinho; Roney e Jackson

Técnico: Léo Condé

Arbitragem

Árbitro: André Rodrigo Rocha (TO)

Assistentes: Evandro de Melo Lima (SP) e Alberto Poletto Masseira (SP)

VAVEL Logo