Corinthians fica à frente do placar três vezes, mas empata com Athletico em jogo frenético
Foto: Maurício Mano / Athlético-PR

Na noite desta quarta (10), com bola rolando às 21h30 na Neo Química Arena, pela 35ª rodada do Brasileirão, Corinthians e Athlético-PR protagonizaram grande jogo, aberto, com os dois times buscando os três pontos sempre e mostrando apetite em se garantir na próxima Libertadores.

Com gols de Gustavo Mosquito (2x) e Gabriel para o Timão, e Vitinho, Fernando Carnesin e Abner, para o Furacão, o placar ficou em 3 a 3 e cada um somou um ponto a mais na tabela.

Estratégias das equipes

Repetindo a escalação que deu certo diante do Ceará, o técnico Vagner Mancini mandou o Corinthians a campo no 4-2-3-1, tendo a linha de quatro defensores, Gabriel como homem de marcação, Cantillo como o segundo volante que desequilibra no passe, com Araos sendo o articulador das jogadas.

Otero estava aberto pelo lado esquerdo, Gustavo Mosquito pela direita e Léo Natel como homem de referência, na teoria. Na prática Natel se movimentou bastante, caindo pelos dois lados e por dentro, confundindo a marcação do Furacão.

Paulo Autuori mandou o Athlético-PR também num 4-2-3-1, com quatro defensores, Alvarado e Christian como volantes, Fernando Canesin como homem de meio, Carlos Eduardo caindo pelo lado esquerdo, Nikão pelo lado direito e o artilheiro Renato Kayzer no ataque.

Com bola rolando, Nikão também caiu bastante por dentro para ocupar a função de armador da equipe, comportamento que é normal nos jogos do Furacão.

Primeiro tempo com muitos gols

Corinthians e Athlético-PR protagonizaram um grande primeiro tempo na Neo Química Arena. Com ambas as equipes buscando propor o jogo, as chances apareceram e os gols saíram. E as bolas nas redes começaram logo cedo.

Aos três minutos o Timão abriu o marcador após Cantillo acertar um belo passe longo para Fagner matar no peito e achar Gustavo Mosquito, que deu um belo chapéu no marcador e bateu de canhota para o fundo do gol.

Apesar do tento sofrido o Furacão não se intimidou e também buscou propor o jogo. Diferentemente do que se esperava, Carlos Eduardo caiu bastante pelo lado direito, junto a Nikão, deixando o corredor aberto para Abner subir para o ataque.

E foi em uma jogada assim que saiu o gol de empate. Aos 13' Renato Kayzer ajeitou de peito para Christian após passe longo e o meia tocou para Abner chegar batendo de primeira, no ângulo, e deixar o 1 a 1 no placar.

Mantendo o ritmo, o Corinthians demorou apenas cinco minutos para voltar a lidera o placar, após Fagner bater escanteio, Gil desviar e Gabriel cabecear para as redes. Neste momento, Gustavo Mosquito e Léo Natel davam muito trabalho para a defesa do Furacão, sempre partindo em velocidade e arriscando finalizações perigosas. Mas, assim como diz o ditado, quem não faz, leva. 

Aos 34' Abner subiu mais uma vez ao ataque, cruzou com desvio e a bola chegou para Jonathan do outro lado do ataque. O lateral cruzou para Renato Kayzer dividir bola com Cássio e a bola sobrou para Fernando Canesin empurrar para o fundo do gol, fazendo com a que a estratégia de Paulo Autuori em apostar nas subidas de Abner desse muito certo.

Ritmo acelerado também no segundo tempo

A exemplo do primeiro tempo, a segunda parte também foi frenética. Antes mesmo dos dez minutos o Corinthians já havia perdido grande chance após Santos soltar chute de Léo Natel e depois operar milagre ao pegar chute de Gustavo Mosquito no rebote.

O Athlético não deixou barato e perdeu grande chance depois que Renato Kayzer recebeu na cara do gol, Cássio fechou o ângulo, o atacante rolou para o meio da área e Carlos Eduardo chutou em cima de Gil quase dentro do gol. Na continuação Vitinho soltou uma pancada no travessão sozinho dentro da área.

Na jogada seguinte o Timão voltou a frente do marcador. Aos 55' Araos fez boa jogada e deu belo passe para Gustavo Mosquito partir em velocidade e na frente de Santos mandar a bola para o fundo do gol e fazer o seu segundo gol na partida. 

Vagner Mancini fez mudanças tentando fechar as jogadas pelo lado do campo por parte do Furacão, colocando Lucas Piton para ajudar Fábio Santos e Xavier no lugar do amarelado Gabriel.

Porém, as mudanças não tiveram os efeitos esperados e justamente no lado esquerdo da defesa saiu o gol de empate dos paranaenses, quando Fernando Canesin cruzou rasteiro e Vitinho bateu chapado dentro da área para deixar o placar em 3 a 3.

Classificação e próximos jogos

Com o resultado o Corinthians ficou na 8ª posição, com 49 pontos e na próxima rodada encara o Flamengo, domingo (14), às 16h, no Maracanã. Já o Athlético ficou na 10ª colocação, com 47 pontos e na próxima rodada enfrenta o Atlético-GO, domingo (14), às 18h15, na Arena da Baixada.

VAVEL Logo