Fortaleza vence Náutico e está na final da Copa do Nordeste
Divulgação / Fortaleza E.C

O Fortaleza chega à sua segunda final da Copa do Nordeste. A vítima dessa vez foi o Náutico. O Tricolor bateu o Timbu por 2 a 0 no Estádio Castelão, na tarde deste sábado(26), e manteve a invencibilidade na temporada. Com um bom público, o Leão não sofreu grande sustos na partida e ainda perdeu um pênalti cobrado por Matheus Vargas no segundo tempo. 

Agora, o time cearense aguarda o vencedor do confronto deste domingo entre Sport e CRB, pela segunda semifinal do torneio. Os gols da partida na capital do Ceará foram marcados por Róbson aos 20' do primeiro tempo e Silvio Romero aos 44' da etapa final.

Róbson desencanta e coloca o Tricolor na frente 

A torcida tricolor fez sua parte, lotou a sua parte destinada nas arquibancadas, mas quem começou pressionando foi o time visitante. No primeiro minuto, Léo Passos cruzou para o Ewandro que pegou de primeira, levando um certo perigo a meta de Walef. Depois desse lance o jogo ficou mais equilibrado, com o Náutico chegando mais no ataque que os donos da casa, mas sem nenhuma criatividade.

Aos 17 minutos o principal lance da primeira etapa, a  jogada começou no ataque do Timbu, Jean Carlos arriscou de fora da área e Max Walef defendeu. No contra ataque Tinga fez um ótimo  lançamento na defesa para o Renato Kayser que sozinho só tocou para o Róbson que mandou de carrinho para as redes, o árbitro ainda  marcou impendimento, mas foi ajudado pelo VAR.

O gol parece que acordou o Fortaleza, pois aos 32' Róbson chutou quase do meio e o goleiro Lucas Perri espalmou. Mas quando o tricolor estava pressionando a equipe pernambucana um motivo de preocupação, Tinga sentiu um desconforto na coxa e precisou ser substituído pelo Landazurri. O baque não parece ter surtido efeito aos donos da casa, já  que mesmo sem o lateral os tricolores continuavam na pressão, mas só que faltava pontaria, com isso a primeira etapa terminou com um gol de vantagem para o Leão.

Vargas perde pênalti, mas Romero decide e garante avaga na final

O segundo tempo começou com um equilíbrio nas chances. A primeira foi com o Timbu, Léo Passos recebeu na direita, tirou a marcação e cruzou para o Robinho que foi travado no momento certo por Benevenuto. Na resposta do Fortaleza, Felipe arriscou quase do meio do campo e Lucas Perri defendeu em dois tempos. 

Com o passar do tempo, o Fortaleza começou a administrar a vantagem, já para o Náutico faltava qualidade técnica para chegar ao ataque, portanto o jogo ficou morno até os 30 minutos. Foi quando Romarinho recebeu na direita, fez um cruzamento para área e Ralph interceptou com o braço, o árbitro foi olhar no VAR e marcou a penalidade. Na cobrança, Matheus Vargas bateu rasteiro no canto direito, mas o goleiro Perri telegrafou e defendeu, depois do lance o meia foi muito vaiado pela torcida.

O pênalti perdido deu um pouco de esperança para o Náutico, já que no único lance de perigo da segunda etapa, o Ewerton aproveitou a sobra no escanteio e emendou de primeira, Max Walef defendeu e no rebote Robinho tentou de voleio, mas sem direção. E quando tudo se encaminhava para o placar mínimo, Romero tratou de colocar a pá de cal nos visitantes, a jogada começou com o Capixaba que fez um ótimo lançamento para o argentino, ele dominou e soltou uma bomba estufando a rede de Perri.

A partir do gol da vitória, os jogadores e a torcida tricolor só aguardaram o término da partida para comemorar mais uma final na temporada e agora para ir em busca do segundo título da Copa do Nordeste de sua história. 

O que vem por aí 

O Fortaleza vai esperar a decisão entre o Sport e o CRB neste domingo (27) para saber a data do confronto da final. Já o Náutico irá se preparar para a estreia da Série B contra o Londrina somente em Abril (9).

VAVEL Logo