Galo forte e goleador! Atlético-MG goleia Fortaleza e encaminha vaga na final
Pedro Souza/CAM

O Atlético-MG disputou uma partida de encher os olhos de sua torcida e praticamente beirar à perfeição em um desempenho espetacular. No primeiro jogo válido pela semifinal da Copa do Brasil 2021, o Galo apresentou uma overdose de eficiência e goleou o Fortaleza por 4 a 0. Guilherme Arana, Réver, Hulk e Zaracho marcaram os tentos atleticanos no Mineirão, em Belo Horizonte/MG, na partida disputada na noite desta quarta-feira (20).

Disputa pelo ataque, descontrole e show mineiro

Com dois treinadores que têm como principal base de seus trabalhos a disposição em atacar, certamente existiriam espaços no campo defensivo de ambos os lados para as finalizações ocorrerem. Mesmo fora de casa, o Fortaleza finalizou primeiro logo no minuto inicial. Yago Pikachu fez lançamento na direção da área, Matheus Vargas ajeitou e Felipe finalizou para fora. O Atlético respondeu quando Guilherme Arana tabelou com Keno e recebeu de calcanhar, passou pela defesa adversária e cruzou para Guga chutar por cima da meta. A alternância de ataques deixava a partida animada em ritmo acelerado desde o começo. O Fortaleza voltou ao ataque quando Ederson roubou a bola, iniciou contragolpe e acionou Matheus Vargas. O meia cruzou e Romarinho chutou fraco. Foi a última chegada de maior perigo do Leão do Pici na primeira etapa.

O Galo passou a dominar as principais ações ofensivas e usou a qualidade técnica de todo os jogadores em campo para fazer valer o mando de campo. Zaracho recebeu de Réver e finalizou com perigo, mas Felipe Alves salvou os visitantes. No escanteio, Nacho Fernández cobrou e Keno cabeceou, mas Lucas Crispim evitou o gol em cima da linha. Aos 18, porém, não teve jeito. Hulk cobrou falta frontal e acertou a barreira. No rebote, Guilherme Arana arriscou de muito longe e mandou no ângulo. Era a abertura do placar com o primeiro golaço da noite. Os jogadores do Fortaleza reclamaram que o árbitro apitou antes da bola ter entrado, o que não ocorreu. Após revisão eletrônica, a marcação foi mantida.

Pedro Souza/CAM
Pedro Souza/CAM

O descontrole emocional dos jogadores cearenses foi nítido. Toda a reclamação diante da arbitragem resultou em um grupo bastante perdido, o que facilitou o embalo dos donos da casa. Não demorou para o segundo gol ser marcado. Aos 26, Keno cobrou escanteio da esquerda e Réver subiu bem na primeira trave para deixar sua marca. Foi o 30º gol do experiente zagueiro no seu 300º jogo com a camisa do Atlético. Era uma blitz alvinegra. Forte, intimidadora e com efeitos praticamente imediatos. Aos 40, a vitória ficou a um passo de ser garantida. Em bela jogada coletiva, Hulk tocou para Keno na esquerda. O atacante aplicou meia-lua em Titi e abriu para Zaracho no lado direito da área, que cruzou para Hulk completar o lance iniciado pelo próprio camisa 7 com cabeceio na segunda trave para definir o placar em 3 a 0.

Goleada para evitar o inexplicável

O técnico Juan Pablo Vojvoda promoveu modificações no Fortaleza no retorno da equipe ao intervalo com o objetivo de reforçar o meio de campo e tentar diminuir a diferença com a velocidade de seus atacantes. Mas a estratégia não durou 100 segundos. Guilherme Arana cobrou falta da esquerda com cruzamento na área, Felipe Alves afastou com um soco na bola e Zaracho emendou rebote da meia-lua com chute de primeira para encobrir todos os atletas e marcar outro golaço.

Pedro Souza/CAM
Pedro Souza/CAM

Apesar da vitória transformada em goleada e o resultado garantido, o Atlético mantinha a intensidade em busca de aumentar a excelente vantagem obtida até aquele momento. Keno teve boa chance de deixar sua marca quando recebeu passe cruzado de Hulk, mas errou o alvo por muito pouco. A partir da metade do segundo tempo, as modificações começaram a ser feitas pelos dois treinadores e o jogo caiu de produtividade. O cansaço, o desgaste mental dos atletas e o placar imutável resultaram em um fim de jogo tranquilo.

Sequência

Com o resultado, o Galo pode ser derrotado por três gols de diferença que avança em busca do bicampeonato da Copa do Brasil. Ao Leão do Pici, resta vencer por quatro gols para levar a disputa aos pênaltis ou golear por cinco ou mais tentos de vantagem para seguir em campanha histórica e disputar a final da competição pela primeira vez. O segundo e decisivo confronto será realizado na Arena Castelão, em Fortaleza/CE, às 21h30 da próxima quarta-feira (27).

Antes, porém, as equipes jogam nesse fim de semana pelo Campeonato Brasileiro da Série A. O Fortaleza recebe o Athletico Paranaense às 19h15 do próximo sábado (23), na Arena Castelão, em Fortaleza/CE. Por sua vez, o Atlético-MG vai enfrentar o Cuiabá às 16 horas do domingo (24), no Mineirão, em Belo Horizonte/MG. Ambos os confrontos são válidos pela 28ª rodada.

VAVEL Logo