Náutico fecha preparação em Recife e viaja definido para jogo contra Tupi

Com Esquerdinha na vaga do lesionado Marco Antônio, Timbu está escalado antecipadamente pelo técnico Givanildo Oliveira

Náutico fecha preparação em Recife e viaja definido para jogo contra Tupi
Última vez do meia Esquerdinha iniciar entre os 11 foi na vitória sobre o Vila Nova pela 2ª rodada (Foto: Léo Lemos/Náutico)

A necessidade de vencer é calamitante, uma vez que o Náutico não é mais dependente somente de si mesmo nessa reta final da Série B do Campeonato Brasileiro 2016. Para ficar vivo na última rodada, ante o Oeste, precisa não apenas derrotar o Tupi, mas também torcer para o Bahia não superar o Bragantino em plena Arena Fonte Nova.

Para o confronto com o Galo Carijó, o Timbu vai ter uma única baixa, pois o meia Marco Antônio sentiu desgaste muscular e foi vetado pelo departamento médico. Em seu lugar, Givanildo optou pela entrada de Esquerdinha, que vem sendo opção desde a 24ª rodada e chegando a entrar em alguns jogos.

Mesmo assim, a última oportunidade do meio-campista alvirrubro no time titular, nessa Segundona, foi ainda na 2ª rodada no triunfo ante o Vila Nova, na Arena de Pernambuco. No intervalo de quatro meses longe dos gramados, o atleta sofreu uma lesão no púbis, ficando sem ter condições de atuar.

Comandante alvirrubro define equipe antes da viagem (Foto: Léo Lemos/Náutico)
Comandante alvirrubro define equipe antes mesmo da viagem (Foto: Léo Lemos/Náutico)

De restante, a equipe está definida para o embate com os mineiros no próximo sábado (19), no Mário Helênio, em Juiz de Fora. Júlio César é peça garantida no gol, assim como Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Gastón Filgueira formam o sistema defensivo. No meio-campo, João Ananias e Rodrigo Souza fazem a cabeça de área, enquanto Vinícius é o outro armador.

No ataque, Bérgson e Rony seguem isolados, uma vez que os outros não conseguiram agradar o comandante quando ficaram como opção entre reservas ou iniciando de frente. O técnico dos pernambucanos, inclusive, ressaltou a necessidade de sair com os três pontos na mala, pois tropeços foram cruciais para um distanciamento do G-4.

"Sempre que perdemos fora conseguimos nos recuperar aqui na Arena, porém lembrei eles que, o nosso maior erro, foi não ter vencido o Bahia na 24ª rodada. Hoje estaríamos com mais dois pontos, já eles com um a menos de agora, além de uma vitória a mais. No entanto, isso já ficou para trás e temos que buscar os três pontos, para seguirmos em busca do acesso", declarou Givanildo Oliveira.

Se não sofrer ausências de última hora, o escrete da Rosa e Silva vai a campo com: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Igor Rabello e Gastón Filgueira; Rodrigo Souza, João Ananias, Vinícius e Esquerdinha; Rony e Bérgson.