Precisa, Osaka bate Keys e se torna primeira japonesa a disputar uma final de Slam

Tenista do Japão faz história, chega ao melhor resultado da sua vida e marca encontro com a multicampeã Serena Williams na grande final do US Open

Precisa, Osaka bate Keys e se torna primeira japonesa a disputar uma final de Slam
Foto: Divulgação / US Open
#14 Madison Keys
0 2
#19 Naomi Osaka

A japonesa #19 Naomi Osaka não cansa de quebrar escritas. Ao bater a norte-americana e atual vice-campeã, a #14 Madison Keys, por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/4, em 1h26 de partida, ela não só garantiu vaga na decisão do US Open, mas também se tornou a primeira tenista do Japão a avançar para a fase final de um Grand Slam. 

Em um jogo de muitas trocas de bola, o fator decisivo foi a competência. Enquanto Keys teve treze chances de quebra e não aproveitou nenhuma, Osaka fez valer três das quatro oportunidades a seu favor. 

No primeiro set, a japonesa começou a dominar logo no início, obteve dois breaks e venceu cinco games em sequência. Frustrando diversas tentativas de reação da tenista da casa, Osaka fechou a parcial em 6/2 e saiu na frente. 

A japonesa quebrou o serviço de Keys logo no primeiro game do segundo set, e a partir daí resistiu bravamente a pressão da norte-americana. Salvando um total de sete break points, Osaka administrou a vantagem obtida e, com um belo saque, selou a vitória por 6/4. 

Na grande final do último Grand Slam da temporada, Osaka enfrentará nada menos do que a norte-americana #26 Serena Williams, oito vezes campeã em Nova Iorque, que atropelou a letã #18 Anastasija Sevastova em sets diretos, parciais de 6/3 e 6/0. A disputa pelo troféu acontece neste sábado (8), às 17h (de Brasília).